ACESSO RÁPIDO

10 dicas para o planejamento financeiro ideal

Início / 10 dicas para o planejamento financeiro ideal

10 dicas para o planejamento financeiro ideal

Investir em planejamento é essencial para quem deseja garantir um futuro financeiro seguro e estável, assumir o controle do próprio dinheiro e ter recursos suficientes para realizar seus sonhos.

Veja algumas dicas que vão ajudá-lo a fazer o planejamento financeiro ideal:

Faça uma análise dos gastos e receitas em seu planejamento financeiro

O planejamento financeiro ideal começa pela análise dos gastos e receitas mensais. Para poder planejar é importante saber exatamente o quanto ganha por mês e, também, o quanto gasta e onde gasta. Analise todas as suas fontes de receita, fixas ou variáveis, e, em seguida, todas as despesas que teve no mês e em que categorias (Moradia, Educação, Lazer etc) para ver se você ganha mais do que gasta e identificar potenciais de economia.
 
Use a regra do 15-35-50

Depois de analisar quais são seus gastos e receitas, use a regra dos 15-35-50 para organizar suas despesas. De acordo com este modelo, 50% da sua renda devem ser destinados para gastos essenciais, que são aqueles necessários para se manter no dia a dia, como alimentação, saúde, transporte etc.

Outros 15% da renda vão para as prioridades financeiras: quitação de dívidas ou poupança para o futuro. Os 35% restantes devem ser utilizados em todos os outros gastos relacionados à diversão e lazer, como academia, restaurantes, compras etc.

Gaste de acordo com seu padrão de vida atual

A sociedade atual estimula o consumo desenfreado o que, muitas vezes, faz com as pessoas gastem muito além das suas possibilidades. O planejamento financeiro ideal é aquele que prevê gastos que estão de acordo com seu padrão de vida atual. Gasta mais do que ganha? Procure reduzir suas despesas relacionadas a estilo de vida, como compras, salão de beleza e barzinho para equilibrar suas finanças.

Especifique suas metas

Planejar começar por especificar suas metas. Quanto gostaria — e poderia — gastar em cada área da vida? Depois, é hora de pensar em como irá alcançar cada ação. Para ter uma despesa X em contas residenciais, por exemplo, pode ser preciso diminuir o consumo de energia ou gás.

Mesmo quem está com o orçamento apertado, não precisa descartar o lazer. Pode reduzir substancialmente a quantia destinada para esta área e substituir saídas caras por atividades gratuitas ou de baixo custo.

Utilize uma planilha financeira

A planilha financeira será sua melhor amiga na hora de fazer o planejamento financeiro. Com a ajuda da ferramenta você consegue acompanhar todos os seus gastos, analisar se está dentro da meta estipulada e, se for o caso, pode pisar no freio para não estourar o orçamento.

Compare os preços de produtos

Um hábito simples e que ajuda o planejamento financeiro é comparar preços antes de comprar um produto ou usar um serviço. Com a ajuda da Internet, pesquise em vários estabelecimentos os valores disponíveis por determinado item ou atividade, veja se cabe no seu orçamento e busque o melhor preço possível.

Mude seus hábitos

Planejamento financeiro é uma questão de hábito. Se você não tem uma boa relação com as suas finanças é importante mudar. Veja quais comportamentos negativos não permitem que você tenha uma relação saudável com o dinheiro, como comprar demais quando está deprimido, gastar em excesso com o lazer etc, e trabalhe para mudar estas atitudes.

Compre apenas o que você precisa

Uma das grandes inimigas das finanças saudáveis é a compra por impulso. Fuja dela incluindo no seu planejamento financeiro todas as compras que você precisa realizar naquele mês e se atenha a elas. Seja consciente e coloque na sua lista apenas aquilo que realmente precisar.

Pague à vista sempre que possível

Quando é oferecida a possibilidade de desconto, pagar à vista é uma vantagem. Você adquire o produto por um preço mais barato e não cai na armadilha de dividir um item em várias vezes e, no futuro, não ter como pagar.

Defina objetivos financeiros

Além de criar metas de gastos mensais, é importante definir objetivos financeiros maiores, de médio a longo prazo. Deseja cursar um MBA daqui a dois anos? Pesquise os preços do curso e comece a poupar desde já a quantia para realizar este sonho.

(Fonte: Guia Bolso)

COMPARTILHE: 

Educa Jogos

Últimas Notícias