ACESSO RÁPIDO

3 motivos para sair da poupança

Início / Blog / 3 motivos para sair da poupança

3 motivos para sair da poupança

Esse post traz de forma didática 3 grandes razões para você sair da poupança e passar a investir seus recursos de forma diferente! Provavelmente, você já está cansado de ouvir sobre sair da poupança e aplicar seu recurso financeiro em outros ativos. Entretanto, ainda não entendeu porque não vale a pena ficar na poupança, afinal, desde cedo somos ensinados a utilizá-la para guardar nossos recursos.

1. Você está perdendo dinheiro!

Pode parecer que não, já que ao olhar na conta bancária, o valor acumulado aumentou. No entanto, devemos sempre considerar a rentabilidade real dos nossos investimentos, ou seja, aquela rentabilidade após descontarmos a inflação.

Em 2020, por exemplo, a poupança rendeu 2,11%, sendo o menor ganho desde 1995! Isso ocorre porque a taxa de juros brasileira nunca esteve em patamares tão baixos, atingindo 2% ao ano, em 2020. Ou seja, se você tinha R$ 10.000,00 na sua conta, eles passaram a ser R$ 10.211,00.

Contudo, concomitantemente, temos nosso poder de compra diminuído em razão da inflação, sendo que em 2020 ela teve uma alta de 4,52%. Ou seja, a inflação foi superior aos seus ganhos na poupança, de modo que você teve uma rentabilidade real negativa de -2,41%.

Mesmo com os recentes aumentos da taxa básica de juros, o cenário em 2021 não é muito diferente. No último relatório Focus publicado, o qual é emitido toda segunda-feira pelo Banco Central, há uma previsão de Taxa Selic em 5,50% ao final do ano e Inflação próxima de 5,10%. 

Todavia, a poupança rende apenas 70% da Taxa Selic, ou seja, 3,85%, acrescida da Taxa Referencial, de forma que podemos arredondar para 4% no ano. Ainda assim, mantendo seus recursos na poupança em 2021, a expectativa é uma rentabilidade real negativa de -1% no ano.

2. Rendimento somente no aniversário

Apesar de ser possível resgatar dinheiro da poupança a qualquer momento, ou seja, ainda que possua liquidez diária, você apenas recebe o rendimento da poupança caso não faça movimentações.

Na prática, o dia do aniversário da poupança é a data em que você fez o primeiro aporte na conta e o valor ali depositado apenas terá rentabilidade caso você não efetue nenhuma movimentação durante aquele período.

Por exemplo: sua primeira aplicação ocorreu no dia 20 de março, então sempre no dia 20 de cada mês você receberá a rentabilidade. Caso efetue algum resgate, aquele mês não terá rendimentos.

Ou seja, além de um rendimento extremamente baixo, que perde para a inflação, você ainda deixa de ter rentabilidade caso efetue alguma movimentação em determinado mês.

3. Existem diversas outras opções com a mesma segurança!

Não há dúvidas que é extremamente importante contarmos com a chamada “reserva de emergência”, ou seja, aquele valor que mantemos com disponibilidade de resgate a qualquer momento para situações de necessidade. Contudo, não é apenas a conta poupança que pode ser utilizada para essa finalidade. Existem outras opções disponíveis no mercado financeiro.

(Fonte: trecho de Finanças Inteligentes)

Comece a montar sua reserva de emergência e saia agora mesmo da poupança, clique aqui e saiba mais. 

Comente,

até breve...muito breve! /*--*/

Comentar

Filtered HTML

  • Endereços de sites e e-mails serão transformados em links automaticamente.
  • Tags HTML permitidas: <a> <em> <strong> <cite> <blockquote> <code> <ul> <ol> <li> <dl> <dt> <dd>
  • Quebras de linhas e parágrafos são gerados automaticamente.

Plain text

  • Nenhuma tag HTML permitida.
  • Endereços de sites e e-mails serão transformados em links automaticamente.
  • Quebras de linhas e parágrafos são gerados automaticamente.
COMPARTILHE: 

Últimas do blog