ACESSO RÁPIDO

4 motivos para abandonar a fritura

Início / Blog / 4 motivos para abandonar a fritura

4 motivos para abandonar a fritura

Apesar de ser conhecida como opção nada saudável de alimento, a fritura ainda faz parte do cardápio de boa parte dos brasileiros. Afinal, quem resiste a pratos como pastel de feira, coxinha e batata frita? Não podemos negar que o sabor de uma fritura é irresistível. No entanto, os malefícios que o consumo em excesso de alimentos fritos acarretam à saúde são muitos. Entre eles, doenças cardiovasculares, resistência à insulina e má absorção de nutrientes.

Para conscientizar e contribuir com as pessoas que desejam parar ou diminuir o consumo de fritura, a nutricionista Cyntia Maureen, consultora da empresa alimentícia Superbom, listou quatro motivos para deixar de comer alimentos fritos. Confira:

Motivos para abandonar a fritura

• Aumenta as chances de doenças cardiovasculares

De acordo com a nutricionista, quando os alimentos são submetidos a óleos em alta temperatura, transformam-se em gorduras saturadas. Essas são responsáveis pelo entupimento das artérias. “Esse acúmulo impede a passagem do sangue ao coração, o que pode causar um infarto ou um AVC (Acidente Vascular Cerebral)”, explica.

• É a principal inimiga de uma alimentação com poucas calorias

Para quem deseja emagrecer, excluir as frituras do cardápio é o primeiro passo. “Além dos malefícios à saúde, o acúmulo de gordura abdominal e o aumento de peso são consequências de seguir um cardápio que prioriza a ingestão de opções fritas.”, pontua Cyntia.

• Causa a perda de nutrientes nos alimentos

A consultora da Superbom ressalta que, quando um alimento é colocado em óleo, seja ele vegetal ou animal, a uma alta temperatura, há a desidratação e perda de nutrientes, principalmente substâncias antioxidantes, como a vitaminas. “Por isso, além de mais calóricos, os alimentos fritos são menos nutritivos”, afirma.

• Contribui para o envelhecimento

O consumo em excesso de gordura saturada, presente nas frituras, é um fator que contribui para o aumento da produção de radicais livres em nosso organismo. “O grande problema é que a liberação excessiva de radicais livres causa um fenômeno conhecido como estresse oxidativo, que está associado ao envelhecimento”, conclui a especialista.

(Fonte: Sport Life)

Comente,

QUE VOCÊ TENHA UMA ÓTIMA QUINTA-FEIRA! /*--*/

Comentar

Filtered HTML

  • Endereços de sites e e-mails serão transformados em links automaticamente.
  • Tags HTML permitidas: <a> <em> <strong> <cite> <blockquote> <code> <ul> <ol> <li> <dl> <dt> <dd>
  • Quebras de linhas e parágrafos são gerados automaticamente.

Plain text

  • Nenhuma tag HTML permitida.
  • Endereços de sites e e-mails serão transformados em links automaticamente.
  • Quebras de linhas e parágrafos são gerados automaticamente.
COMPARTILHE: 

Últimas do blog