ACESSO RÁPIDO

7 dicas para manter a imunidade fortalecida no inverno

Início / Blog / 7 dicas para manter a imunidade fortalecida no inverno

7 dicas para manter a imunidade fortalecida no inverno

No mês de junho, começa o inverno e a temporada de frio no Brasil. Nessa mesma época do ano, também se intensificam as doenças respiratórias. Por isso, é necessário voltar a atenção para a saúde. Além da pandemia, os graus mais baixos acendem um alerta para a imunidade. A nutricionista ortomolecular Claudia Luz explica que ''as baixas temperaturas e o tempo mais seco prejudicam funcionamento dos mecanismos de defesa das vias aéreas, deixando o organismo mais suscetível a gripes e resfriados''. Ela também pontua que, como forma de auxiliar o corpo a manter uma boa imunidade, é necessário que haja uma alimentação adequada, meta que pode ser atingida com uma dieta variada. 

A alimentação calórica, inclusive, que é bastante despertada e desejada nessa época, também é um ponto importante que deve haver cautela. Claudia afirma que ''nesse momento de pandemia, muitas pessoas não estão praticando exercícios como antes. Por isso, é importante ficar atento ao peso corporal, já que a obesidade é um fator de risco para a Covid-19”.  A nutricionista esclarece que o perigo dessa comorbidade é porque o excesso de peso aumenta a reação inflamatória do organismo, prejudicando as defesas e o trabalho das células imunes. Dessa forma, fica bem explícito que cuidar da saúde e da alimentação é um linha a ser seguida para manter a imunidade em boas taxas.  Confira sete dicas que a nutricionista Claudia Luz separou para um inverno com saúde:

Hidratação constante

Apesar do consumo de água ser menor em dias mais frios, é necessário manter o ritmo de ingestão do líquido. Claudia afirma que ''além de ter papel essencial nas reações químicas do organismo, a água regula a temperatura corporal e ajuda na eliminação de toxinas, fatores essenciais para um sistema imunológico saudável''.

Alimentação reforçada

''Uma alimentação variada e colorida é essencial para garantir a ingestão de todos os nutrientes essenciais'', pontua a nutricionista. Ela recomenda frutas cítricas, vegetais verde-escuros, leguminosas, oleaginosas e fontes de proteínas animais e vegetais. No mais, é necessário se atentar à quantia de comida a ser ingerida: o melhor é não abusar dos carboidratos e apostar em alimentos naturias.

Exercícios em dia

O frio, por vezes, é usado como desculpa para não treinar. Além de ser essencial para o corpo, a atividade física é benéfica para o sistema imunológico. Claudia ainda chama atenção para quem busca emagrecimento. Segundo Luz, ''as baixas temperaturas estimulam o metabolismo, devido à necessidade do corpo em produzir mais calor, estimulando os mecanismos de queima de gordura e potencializando a perda de peso''. 

Sono regulado

Não é novidade que uma boa noite de sono é essencial para uma boa saúde. Durante a noite, o organismo regula o metabolismo, libera hormônios importantes e renova as energias para o dia seguinte. Luz explica que, ''nesse processo, também é feita a manutenção do sistema imunológico, com a restauração das células de defesa'', e que apenas uma noite de sono mal dormido afeta esse equilíbrio. 

Vitamina D

Tomar sol é a principal fonte de vitamina D, apesar dela ser encontrada também em alguns alimentos. ''Dentre muitas funções que tornam essa vitamina indispensável ao organismo, está também a modulação do sistema imunológico, como sugerem alguns estudos'', diz Claudia.

Evite álcool e cigarro

O tabagismo e o consumo excessivo de álcool são hábitos que afetam diretamente as defesas do organismo. De acordo com a especialista, ''isso acontece porque ambos interferem no funcionamento das células responsáveis por identificar os 'invasores', prejudicando a resposta do corpo a infecções''. Portanto, ela recomenda manter distância dessas substâncias. 

(Fonte: trecho de A Gazeta)

Comente,

QUE VOCÊ TENHA UMA ÓTIMA QUINTA-FEIRA! /*--*/

Comentar

Filtered HTML

  • Endereços de sites e e-mails serão transformados em links automaticamente.
  • Tags HTML permitidas: <a> <em> <strong> <cite> <blockquote> <code> <ul> <ol> <li> <dl> <dt> <dd>
  • Quebras de linhas e parágrafos são gerados automaticamente.

Plain text

  • Nenhuma tag HTML permitida.
  • Endereços de sites e e-mails serão transformados em links automaticamente.
  • Quebras de linhas e parágrafos são gerados automaticamente.
COMPARTILHE: 

Últimas do blog