ACESSO RÁPIDO

7 passos para organizar as finanças e construir um futuro brilhante

Início / Blog / 7 passos para organizar as finanças e construir um futuro brilhante

7 passos para organizar as finanças e construir um futuro brilhante

Quanto tempo da sua semana você dedica para organizar as finanças e cuidar bem do seu dinheiro? Para ter uma vida financeira saudável, você precisa acompanhar bem os seus gastos e rendimentos, e isso não precisa ser uma dor de cabeça. Uma pesquisa feita pelo SPC Brasil e pela CNDL mostra que 46% dos brasileiros não controlam o próprio orçamento. Os principais motivos? "Falta de disciplina, esquecimento e não ter tempo."

Porém, após estruturar seu planejamento financeiro, você vai ver que 15 minutos por semana são suficientes para manter o controle sobre o seu orçamento. É claro que, quanto mais tempo você tiver para essa tarefa, melhor será para o seu bolso. Mas dá para fazer alguns passos básicos que te ajudarão a ter um resultado melhor para a sua conta bancária no fim do mês. Quer saber como se organizar financeiramente? Então vem com a gente!

Como organizar as finanças em 7 passos

1. Faça uma avaliação financeira

Conseguir organizar as finanças não parece ser uma tarefa fácil, mas saiba que tudo é uma questão de hábito. O ideal é criar uma rotina para anotar tudo o que foi gasto, quando e onde aconteceu. Para onde está indo o seu dinheiro? Você precisa saber disso sem pensar muito! Quanto mais cedo você fizer isso, melhor. Crie um orçamento pessoal ou familiar e use uma planilha para organizar as contas.

Quanto você ganha por mês? Quanto gasta? Como está gastando? Essas informações todas precisam estar anotadas e guardadas em algum lugar, pois são a chave para sua saúde financeira. Ao responder essas questões, você conseguirá traçar qual é o seu perfil de gastos e onde você pode enxugar um pouco mais para começar a poupar para realizar um sonho.

A planilha de gastos mensais, por exemplo, te ajuda a se organizar financeiramente e acompanhar exatamente onde o seu dinheiro está sendo usado. Para cuidar bem do seu dinheiro, você pode tirar um dia na semana e organizar essa planilha com os gastos e receitas recentes. Cada movimentação precisa ser anotada, viu?

Na planilha, você deverá anotar todas as suas receitas (ex.: salário, aluguéis) e todos os seus gastos fixos: salário, aluguel, conta de luz, água, gás, telefone e afins. Mas não deixe de incluir as despesas variáveis também.

Uma estratégia para descobrir quanto você está gastando é analisar o extrato bancário e a fatura do cartão de crédito com todos os seus gastos. Isso sem dúvidas irá te ajudar nessa radiografia.

Na hora de colocar as contas no papel ou na planilha, lembre-se das despesas que ocorrem uma ou poucas vezes por ano, como o IPTU e o IPVA. Além delas, inclua viagens, matrículas da escola dos filhos ou faculdade, por exemplo.

Para te ajudar nesta tarefa, você também pode contar com um app para organizar as contas, um caderno, o que for, o importante é colocar ordem nas finanças, independentemente da ferramenta usada.

2. Regularize suas dívidas

Quer saber como sair do vermelho? Então é preciso conhecer o tamanho do problema para resolvê-lo. Procure todas as informações sobre cada uma das suas dívidas: para quem você deve (banco, financeiras, lojas, amigos, familiares, etc.), prazo e valor total da dívida, incluindo juros, multas e outras taxas.

Além disso, é preciso descobrir quais são as condições de pagamento de cada uma. Só assim você vai conseguir ver se as parcelas realmente cabem no seu bolso.Esse é, inclusive, um cuidado muito importante: ao buscar uma renegociação de dívida, veja se as parcelas fazem sentido para o seu orçamento. Caso contrário, faça o possível para renegociá-las.

3. Cuidado ao adiantar o décimo terceiro salário

Especialmente quando o fim do ano se aproxima, vem com ele o tão esperado décimo terceiro salário. Cuidado, pois a grana extra pode acabar logo se você não se planejar e se não tiver a devida organização financeira pessoal. Inclusive, caso você tenha pendências financeiras, ele pode ser uma boa opção para quitar suas dívidas mais rapidamente ou pelo menos renegociar o que for possível.

4. Se for preciso, corte gastos

As contas não estão fechando? Esse é um alerta vermelho de que está na hora de economizar! Por isso, outra dica para organizar as finanças é buscar quais despesas você pode abrir mão, nem que seja temporariamente.

Analise se existem gastos supérfluos que podem ser reduzidos ou eliminados, assim como se você não está gastando mais do que deveria com aplicativos e compras menores. Muitas vezes, as pequenas movimentações são as que mais comprometem o orçamento no final do mês.

Claro que você não precisa sair cortando tudo de que gosta, tampouco perder a qualidade de vida. Mas revisite seu orçamento e veja o que pode ser cortado. Como tudo na vida, equilíbrio é sempre fundamental!

5. Tenha uma reserva de emergência

Uma pessoa com a vida financeira no azul também tem investimentos, dentre eles, a reserva de emergência para usar em momentos inesperados. Essa é uma das dicas financeiras mais importantes, pois, caso aconteça algo que não estava na sua organização financeira, você conseguirá arcar com a despesa sem precisar recorrer a um empréstimo, por exemplo.

O ideal é guardar de seis a 12 meses do custo de vida mensal, dependendo da estabilidade profissional de cada um. Ao analisar sua planilha financeira, você deverá somar quais são todos os gastos mensais para encontrar qual é o valor do seu custo de vida mensal.

Se esse valor for de R$ 2 mil, por exemplo, a sua reserva de emergência deverá ter entre R$ 12 mil e R$ 24 mil. Mas é claro que você não precisa guardar tudo de uma vez só, basta poupar constantemente. O dinheiro deve ser aplicado em um investimento de liquidez diária (facilidade para resgatar o dinheiro) e, de preferência, que renda mais do que a poupança.

6. Dedique-se à sua educação financeira

O conhecimento muda as pessoas e uma das missões da Neon é te dar as informações necessárias para te ajudar a cuidar bem do seu dinheiro. Por isso, separe alguns minutos por semana para ler o blog Foca no Dinheiro. Aqui nós explicamos termos complexos de uma forma simples, damos dicas para organizar as finanças e mostramos caminhos financeiros mais simples e justos, porque todos merecem um futuro brilhante.

Além disso, hoje é possível encontrar uma grande variedade de cursos, inclusive com certificado, para quem deseja iniciar os estudos ou se aprofundar em assuntos relacionados à educação financeira, como investimentos, contabilidade, gestão, controle financeiro pessoal, entre outros.

7. Guarde dinheiro

A gente sabe que não está fácil de fazer sobrar dinheiro no fim do mês e é por isso que estamos aqui para te lembrar que você pode começar com pouco, porque o importante mesmo é manter o foco.

Para te incentivar, você pode encontrar desafios para começar a guardar dinheiro. Está comprovado pela ciência que, quando nos sentimos desafiados, há mais chances de completarmos a tarefa!

(Fonte: trecho de Foca no Dinheiro – Neon)

Comente,

até breve...muito breve! /*--*/

Comentar

Filtered HTML

  • Endereços de sites e e-mails serão transformados em links automaticamente.
  • Tags HTML permitidas: <a> <em> <strong> <cite> <blockquote> <code> <ul> <ol> <li> <dl> <dt> <dd>
  • Quebras de linhas e parágrafos são gerados automaticamente.

Plain text

  • Nenhuma tag HTML permitida.
  • Endereços de sites e e-mails serão transformados em links automaticamente.
  • Quebras de linhas e parágrafos são gerados automaticamente.
COMPARTILHE: 

Últimas do blog