ACESSO RÁPIDO

9 lições financeiras que a pandemia ensina

Início / Blog / 9 lições financeiras que a pandemia ensina

9 lições financeiras que a pandemia ensina

Querido leitor, já são quase 6 meses de um período bastante conturbado e único. Será que a pandemia trouxe, além de preocupação e medo, lições financeiras importantes? Sim, sem dúvida!

Talvez você ainda se sinta inseguro com relação às finanças, tenha tido medo do desemprego (ou até esteja passando por ele), esteja receoso por ver empresas fechando e ainda se pergunta sobre o amanhã. Mas, a boa notícia é que o amanhã sempre chega. E até aqui, que tal focar nas lições financeiras que a pandemia ensina?

Como todas as crises por que passamos na vida, esta também tem o poder de trazer aprendizados. Cabe a nós deixar a teimosia de lado e aprender. O que você aprendeu até aqui? Eu certamente aprendi muitas coisas e as relacionadas ao aspecto financeiro são apenas uma parte delas!

Enumerei a seguir 9 lições financeiras que a pandemia me ensinou. Vamos refletir juntos?

1. Precisar de menos do que pensava

Sim, descobri que muitas das coisas que eu tinha e pareciam ser essenciais poderiam ser deixadas de lado. E você? Quando entendemos que não precisamos de tanto para viver, as coisas parecem ficar mais simples. E certamente isso ajuda nos momentos em que é preciso reduzir gastos.

2. Fazer coisas em casa

Essa talvez tenha sido uma lição forçada para a maioria das pessoas. Mas sim, é muito possível fazer coisas em casa no lugar de adquirir fora. Ou seja, se você precisa economizar, agora sabe que pode até ser divertido – além de mais barato – fazer uma pizza, um bolo ou até pãezinhos em casa.

Isso se não resolver vender as guloseimas e ainda ganhar um extra como muita gente tem feito. Minha irmã e meu cunhado, por exemplo, têm faturado com a venda de queijos e cervejas artesanais.

3. A reserva de emergência é item essencial

Uma das lições financeiras que a pandemia ensina é que guardar dinheiro é essencial. Essa recomendação, que parece papo chato de educador financeiro, certamente salvou muita gente nesta crise.

Acredito que a partir de agora formar uma reserva de emergência seja item de primeira necessidade mesmo para quem não levava isso muito a sério. Um pouquinho por vez, mantendo a frequência, já ajudará muito.

4. Mais experiências, menos coisas

O que você fez até agora durante essa pandemia? O período certamente me ensinou que as experiências – como eu já pensava – são muito mais importantes do que coisas.

Podem ser experiências simples, como tomar café da manhã com pessoas queridas; ou a lembrança de experiências mais diferenciadas, como um sáfari na África quem sabe. Nestes meses revivi tantas experiências em minhas memórias e isso me deu forças.

Assim como aproveitei, por exemplo, os pequenos momentos em que pude tomar um sol na varanda do apartamento ou fazer um bolo com minha mãe. O que mais vale na vida afinal de contas?

5. Flexibilidade é importante

Outra das lições financeiras que a pandemia ensina é que ser flexivel é muito importante. Quando você precisa sobreviver também deve ser adaptável.

Se a sua área não contrata mais, por exemplo, cabe a você pensar o que poderia oferecer ao mercado. Muita gente descobriu talentos e aproveitou para aprender coisas que em outras situações nunca teria descoberto ou aprendido.

Eu fui uma delas e aproveitei para terminar um curso de psicologia positiva, entre outras coisas.

6. No meio do caos há luz

Períodos conturbados também nos fazem enxergar que por mais que esteja tudo uma droga, sempre haverá alguma coisa boa em algum lugar. Sempre há quem ajuda, quem te indica, quem te acolhe.

Essa lição nos ensina que também precisamos ser luz, pois o mundo precisa. Podemos apoiar o trabalho de amigos, podemos ser voluntários, podemos indicar oportunidades para quem está procurando.

E, eu acredito, sempre vamos receber forma ajuda de alguma forma quando a coisa aperta.

7. Tem gente que chora e gente que vende lenços

Pois é, enquanto muitas empresas fecharam, outras abriram ou precisaram aumentar os turnos de trabalho. Teve empresa de moda que passou a produzir máscaras de pano. Teve empresa de cosméticos que passou a produzir álcool gel.

O delivery e os cursos online nunca foram tão requisitados. Portanto, lembremos que as crises certamente oferecem oportunidades também. E aí entra aquele item acima sobre a necessidade de ser flexível.

Em vez de chorar as pitangas porque o seu caminho não der certo, pense num novo e bonito caminho para explorar.  

8. Não temos controle de quase nada, mas podemos minimizar os riscos

Uma das lições financeiras mais importantes que as pessoas podem ter aprendido até agora é que não temos controle de nada, ou quase nada. Quem imaginou que durante meses nossas vidas fossem virar de cabeça para baixo?

Mas não ter controle não significa que não dá para diminuir riscos, fazer nossa parte. Assim como usar álcool gel e máscara ajuda de um lado, ter reserva financeira também auxilia de outro.

Tal como pensar num seguro de vida, cortar gastos que não fazem sentido e adquirir o hábito de guardar e investir sempre. Faça a sua parte e desapegue do que não está em suas mãos.

9. O medo não deve guiar nossa vida

Finalmente, uma lição importante que aprendi até aqui é que o medo, apesar de assustador, não deve guiar nossas vidas. A gente precisa fazer o que dá, precisa se prevenir, precisa diminuir riscos, mas também deve enfrentar o medo.

Minha mãe ficou 5 meses totalmente isolada e com medo; e de repente precisou ser internada e não teve jeito. Teve que sair, teve que enfrentar. Portanto, leve essa lição: respeite o medo, mas não deixe que ele te domine.

Se cair, levante-se. Se perder dinheiro, volte a guardar. Se perder trabalho, respire e vá atrás de outras possibilidades. Cada crise, um aprendizado. Foque na sua energia e se abra para receber toda prosperidade e coragem que precisa. Vai dar certo!

(Fonte: Dinheirama)

Comente, até breve...muito breve

Comentar

Filtered HTML

  • Endereços de sites e e-mails serão transformados em links automaticamente.
  • Tags HTML permitidas: <a> <em> <strong> <cite> <blockquote> <code> <ul> <ol> <li> <dl> <dt> <dd>
  • Quebras de linhas e parágrafos são gerados automaticamente.

Plain text

  • Nenhuma tag HTML permitida.
  • Endereços de sites e e-mails serão transformados em links automaticamente.
  • Quebras de linhas e parágrafos são gerados automaticamente.
COMPARTILHE: 

Últimas do blog