ACESSO RÁPIDO

Administrando meu dinheiro – 7 dicas para usar de forma eficiente

Início / Blog / Administrando meu dinheiro – 7 dicas para usar de forma eficiente

Administrando meu dinheiro – 7 dicas para usar de forma eficiente

Será que estou administrando meu dinheiro da maneira certa?

Você sempre se faz essa pergunta?

Em tempos de crise, com salários menores e gastos maiores, aprender a ter sucesso administrando o dinheiro se torna ainda mais difícil. Afinal, tudo está mais caro e uma simples tarde com os amigos pode levar, no final de um curto período, à um grande prejuízo (ou desequilíbrio do orçamento doméstico).

Ter sucesso administrando dinheiro pode parecer complicado para algumas pessoas. Para muitos, essa tarefa, árdua, se resume em, apenas, cortar custos, sem qualquer planejamento.

Ao contrário do que o senso comum possa pregar, quando se planeja ter sucesso administrando seu dinheiro é preciso, inicialmente, deixar para trás os hábitos tóxicos, que desequilibram o orçamento e dificultam a realização dos sonhos.

Mas, além disso, é importante seguir sete passos, que tornarão possível usar o seu orçamento de forma eficiente.

Ficou interessado?

Quer aprender a lidar melhor com aquilo que ganha? Ótima notícia! Continue conosco e conheça cada um desses passos para prosperar.

Dica 1: Administrando meu dinheiro e guardando 10% de tudo o que ganho

O primeiro passo para ter sucesso administrando o seu dinheiro, utilizando-o de maneira eficiente, é reservar um percentual para investimento. Acha difícil?

Considere que separar um percentual de tudo o que você ganha funcionaria como um pagamento a si próprio, uma recompensa depois de tantos desafios, batalhas e empenho para superar todas as dificuldades do dia a dia.

Gostou da ideia? Quer pagar a si mesmo uma recompensa, mas não sabe quanto? Temos uma sugestão. Que tal, enquanto estiver administrando seu dinheiro, separar 10% de tudo o que ganhou como bônus por sua eficiência?

Pode parecer difícil à primeira vista? Sim, mas considere o que você gasta todos os dias com despesas supérfluas. Se retirar um pouco do que é gasto nestas ocasiões, verá que é perfeitamente possível conceder um pagamento de 10% a si mesmo.

Esse hábito, aliás, é extremamente benéfico, pois ajuda a formar um colchão de investimentos e, ainda, cria o costume de guardar um pouco dos ganhos totais.

Dica 2: Aplicando os 10% que ganhei administrando meu dinheiro

O segundo conselho para ter sucesso é reaplicar os 10% que havia poupado logo no início. Quando você reaplica esse montante está utilizando seu dinheiro de forma inteligente, já que ele se torna um patrimônio ainda maior.

Aqui é fundamental ter bom senso, e não gastar por impulso os rendimentos dos investimentos. A regra aqui é: conseguiu rendimentos com os 10%? Reinvista e multiplique seus ganhos com os rendimentos dos rendimentos.

Dica 3: Gastando exatamente o que ganho

O terceiro conselho fundamental para não sair da trilha proposta é gastar exatamente o que ganha. Aliás, gastar menos do que ganha é o objetivo final.

Para tornar isso possível, basta seguir alguns passos simples. Por exemplo: reduza o uso do cartão de crédito apenas às despesas indispensáveis; na hora do pagamento, quite a fatura por inteiro, fugindo do crédito rotativo.

Dica 4: Cuidado com o valor e o número de parcelas na hora das compras a prazo

Mesmo quando estou administrando meu dinheiro com cautela e de forma meticulosa, fazer compras a prazo em algumas situações se torna imprescindível. O carro quebra, um eletrodoméstico apresenta um problema ou surge uma viagem de última hora.

E o que fazer nessa hora, quando temos de partir, sem outra alternativa, para compras a prazo?

Caso não seja possível fugir desse tipo de despesa, a dica é tomar muito cuidado com o valor e o número das parcelas feitas nesse momento.

Compras com valores pequenos de parcelas podem parecer tentadoras, principalmente quando essas parcelas são “a perder de vista”. Mas, quando colocamos tudo no papel percebemos que o barato irá sair caro. Muito caro.

Para escapar dessa armadilha, prefira sempre compras com uma quantidade confortável de parcelas e um valor que caiba no seu orçamento. Nem muito caro, nem muito barato. Na medida.

Dica 5: Consulte outras opções de investimento

Sabe aqueles 10% que você economizou lá em cima e o percentual que reinvestiu enquanto administra seu dinheiro? Na hora de aplicar, o rendimento do rendimento do rendimento, pesquise opções de investimento.

Uma boa alternativa para quem deseja aumentar seus lucros é apostar nos títulos públicos. Esses papéis costumam oferecer boa rentabilidade, além de serem seguros.

Dica 6: Fuja dos empréstimos

Quando você está administrando seu dinheiro é importante fugir da tentação de pegar empréstimos ou, ainda, ajudar pessoas que peçam qualquer quantia emprestada. Embora possa parecer pouco, à primeira vista, colocando no papel você verá que os empréstimos, seus ou de terceiros, podem custar caro e desequilibrar o orçamento.

Dica 7: Fuja dos gastos supérfluos e ande com pouco dinheiro no bolso

Para termos sucesso administrando dinheiro, devemos, finalmente, fugir dos gastos supérfluos e que possam parecer pequenos à primeira vista.

Para isso, basta andar com pouco dinheiro no bolso. Quem não tem como pagar, não compra, não é mesmo?

(Fonte: Coach Financeiro)

Comente,

até breve...muito breve! /*--*/
 

Comentar

Filtered HTML

  • Endereços de sites e e-mails serão transformados em links automaticamente.
  • Tags HTML permitidas: <a> <em> <strong> <cite> <blockquote> <code> <ul> <ol> <li> <dl> <dt> <dd>
  • Quebras de linhas e parágrafos são gerados automaticamente.

Plain text

  • Nenhuma tag HTML permitida.
  • Endereços de sites e e-mails serão transformados em links automaticamente.
  • Quebras de linhas e parágrafos são gerados automaticamente.
COMPARTILHE: 

Últimas do blog