ACESSO RÁPIDO

Aposentadoria: 3 atitudes para facilitar a trajetória

Início / Blog / Aposentadoria: 3 atitudes para facilitar a trajetória

Aposentadoria: 3 atitudes para facilitar a trajetória

Você já passou para pensar na sua aposentadoria? Independentemente da sua idade ou do tipo de trabalho que você exerce, é importante criar um plano para ter uma velhice tranquila. Às vezes, com tantos afazeres que temos em nosso dia a dia, viver o presente já é uma batalha. Por isso, pensar no futuro nem sempre está em nossa rotina. Nos esquecemos de que vamos envelhecer. E que nossa capacidade de produzir, ganhar dinheiro e fazer riquezas vai diminuindo gradativamente com o tempo.

Além disso, a aposentadoria do INSS muitas vezes não é suficiente para cobrir todas as nossas despesas. Principalmente se você tem ou busca um padrão de vida mais alto. Por isso é muito importante ter uma aposentadoria complementar. Seja ela uma previdência privada, ou com um patrimônio conquistado por meio de investimentos ao longo da vida. Se você é autônomo ou não tem um contrato CLT, o plano para a aposentadoria é ainda mais importante. Afinal, você não tem garantias trabalhistas. E sabemos que hoje em dia muitas empresas acabam contratando pessoas jurídicas, o famoso PJ, não é mesmo?  Se você tomou consciência de que precisa começar a planejar sua aposentadoria, esse texto é para você.

Quando começar a poupar para a aposentadoria?

O planejamento da vida financeira futura deveria ser iniciado cedo, assim que começamos a ganhar nosso dinheiro. O perfeito seria já guardar uma parte do primeiro salário. Isso porque temos dois grandes aliados aí, que é o tempo a nosso favor e, claro, a magia dos juros compostos. Não conseguiu guardar desde o começo? Tudo bem, ainda dá tempo, você pode começar agora mesmo. A preparação financeira para a aposentadoria, ou complemento dela, deve ser iniciada o mais cedo possível. Quanto antes você começar, menor será o esforço de aportes necessário. 

Como eu disse anteriormente, o ideal é não contar apenas com os benefícios do plano de aposentadoria pelo INSS.  Afinal, além de muitas vezes ser insuficiente, as regras de aposentadoria do governo podem mudar a qualquer momento. Por isso, cito aqui 3 atitudes positivas de como lidar com o seu dinheiro ganho ao longo da vida produtiva de trabalho.  Atitudes essas que podem facilitar muito sua trajetória no planejamento financeiro sustentável da aposentadoria. Vamos lá?

1. Viva sempre um degrau abaixo dos ganhos e status

À medida que você tem crescimento e sucesso profissional, sua renda aumenta. E na maioria das vezes, as pessoas fazem disso uma escada, aumentando também seu padrão de vida.  Nesse ciclo vicioso, você não consegue poupar, pois sua renda e seus gastos estão sempre no mesmo patamar. Por isso, o ideal é viver sempre um degrau abaixo nesse crescente de ganho e status. Assim você consegue ter uma boa margem de segurança. Agora imagine que você está subindo essa escada de um jeito diferente. No topo dela, você conquistará a sua tão sonhada independência financeira. Se os seus ganhos sempre estiverem num degrau acima de seus gastos, certamente vai sobrar dinheiro para você investir. 

Ou seja: você vai conseguir chegar ao topo com sucesso financeiro. Sem contar com o fato de que viverá com equilíbrio e saúde financeira. O hábito saudável de viver um degrau abaixo dos ganhos e status é a porta de entrada para se iniciar um bom planejamento para a aposentadoria e garantir uma velhice tranquila. 

2. Mantenha um bom planejamento financeiro

Outro ponto importante que facilita esta caminhada é ter e manter um bom controle das despesas e gastos. Faça um planejamento financeiro com foco no curto, médio e longo prazo. Construa um plano bem elaborado, onde se tem um espelho das finanças e investimentos atuais.

Você precisa ter controle sobre o seu dinheiro e isso quer dizer saber tudo o que entra na sua conta, tudo o que sai e para onde vai. Assim, vai ficar mais fácil definir uma estratégia clara para atingir seus objetivos e metas. Tenha bem definidos os próximos passos, assim você consegue se preparar melhor.

3. Tome decisões inteligentes na hora de investir

Já ouviu aquele ditado que é de grão em grão é que se enche o papo? Pois bem, aprenda a cada dia algo novo sobre os investimentos. Só assim você vai conseguir tomar decisões inteligentes na hora de montar sua carteira para sua aposentadoria. 

Falo do grão, pois é com pouco que se inicia. Mas este pouco, continuadamente e bem investido, com conhecimento, certamente lhe surpreenderá. Merecemos SIM gastar nosso dinheiro para viver bem o presente. No entanto, devemos estar sempre com um pé no futuro.

Fazemos isso por meio de novos hábitos saudáveis com o dinheiro. Gastando com prudência, controlando cada centavo ganho e investindo com inteligência financeira. 

Eu sempre falo que o tempo anda, corre, voa e quando menos esperamos ele chega. Portanto, a aposentadoria está aí batendo à sua porta. A hora é agora para começar a construir seu futuro financeiro tranquilo e sustentável.

Trago aqui uma dica extra. Um método desenvolvido pela área de produtos de investimentos do Itaú Unibanco.

Esse método serve para balizar e avaliar se você está acumulando o dinheiro necessário à sua aposentadoria. 

Ele mostra quanto você deve guardar mensalmente de acordo com a sua idade. Funciona assim:

Primeira etapa:

• Idade: dos 25 aos 40 anos;
• Quanto guardar mensalmente: sua idade menos 15;
• Exemplo: uma pessoa de 30 anos -15 = 15% do seu salário deve ser poupado.

Segunda etapa:

• Idade: dos 40 anos aos 50 anos;
• Quanto guardar mensalmente: sua idade menos 10;
• Exemplo: uma pessoa de 40 anos – 10 = 30% do seu salário deve ser poupado

Terceira etapa:

• Idade: depois dos 50 anos;
• Quanto guardar mensalmente: sua idade é a porcentagem que deve ser poupada;
• Exemplo: uma pessoa de 50 anos = 50% do seu salário deve ser poupado

Em resumo: 1-3-6-9

• 1 – Reserva equivalente a UM ANO de sua renda, quando você tiver 35 anos;
• 3 – Reserva equivalente a TRÊS ANOS de sua renda, aos 45 anos;
• 6 – Reserva equivalente a SEIS ANOS da sua renda, aos 55 anos;
• 9 – Reserva equivalente a NOVE ANOS da sua renda, aos 65 anos.

Mas, lembre-se: essa é uma regra que serve de exemplo. Tudo vai depender de você: com quantos anos você pretende se aposentar? E qual o padrão de vida quer levar na velhice Considere tudo isso para criar o melhor plano PARA VOCÊ.

Conclusão: nunca é cedo para se pensar na aposentadoria

Costumamos chamar a terceira idade de “melhor idade” porque é o momento de parar de trabalhar e apenas curtir a vida. Mas isso não será possível se você estiver preocupado com como vai pagar as contas, não é mesmo?

Por isso, se prevenir e criar uma boa reserva financeira que te garanta o sustento na velhice é o ideal. Organize suas finanças agora mesmo e monte seu plano para a aposentadoria. Com certeza, o seu “eu” do futuro vai te agradecer. Boa sorte!

(Fonte: Dinheirama)

Comente,

até breve...muito breve! /*--*/

Comentar

Filtered HTML

  • Endereços de sites e e-mails serão transformados em links automaticamente.
  • Tags HTML permitidas: <a> <em> <strong> <cite> <blockquote> <code> <ul> <ol> <li> <dl> <dt> <dd>
  • Quebras de linhas e parágrafos são gerados automaticamente.

Plain text

  • Nenhuma tag HTML permitida.
  • Endereços de sites e e-mails serão transformados em links automaticamente.
  • Quebras de linhas e parágrafos são gerados automaticamente.
COMPARTILHE: 

Últimas do blog