ACESSO RÁPIDO

Como fazer grana extra com as roupas que estão paradas no guarda-roupa

Início / Blog / Como fazer grana extra com as roupas que estão paradas no guarda-roupa

Como fazer grana extra com as roupas que estão paradas no guarda-roupa

Viu os boletos a pagar, o dinheiro disponível no banco e percebeu que vai precisar de uma grana extra, pois a conta não fecha? Para manter a sua saúde financeira no azul, hoje o Finanças & Empreendedorismo tem uma dica que envolve roupas paradas no guarda-roupa, fotos caprichadas e um alô no seu "eu interior" de empreendedor(a). Se você é daquelas pessoas que têm o guarda-roupas cheio, mas que usa apenas 10% do que tem lá dentro, chegou a hora de desafogar o seu armário e dar um gás na sua saúde financeira. Para isso, confira os passos abaixo e "bora" vender!

1) Faça uma triagem nas peças

Antes de começar a venda, é preciso ter o produto: os seus desapegos. Abra o guarda-roupa e selecione todas as peças que você não se vê mais usando, mas que ainda estão em ótimas condições. Sabe aquela calça xadrez que você comprou em 2015 jurando que ia usar muito, mas que na verdade só usou uma única vez? É hora de dar um novo lar para ela e para tantas outras peças que você encontrar na mesma situação.

2) Decida por onde prefere vender

Existem várias formas de você realizar a venda deste produto, como através das redes sociais, de sites especializados ou de brechós já consolidados. No caso dos brechós, você pode procurar por brechós físicos ou onlines da sua cidade e oferecer suas peças para eles. Com essa negociação, você provavelmente conseguirá um valor de venda menor, uma vez que essa será uma venda de "atacadista para varejista", e não uma venda ao cliente final. 

Os sites especializados também são uma boa opção, principalmente para aquelas pessoas que gostariam de alcançar mais potenciais compradores ou não têm tempo de acompanhar a negociação. Porém, assim como os brechós, ao optar por esse meio de venda você acabará abrindo mão de uma parte do lucro e pagando taxas de adesão -  o que está tudo bem, desde que essa seja a opção mais viável para você.

Já no caso das vendas pelas redes sociais, o custo de divulgação é zero, mas o trabalho será maior. Você pode tanto vender através do seu perfil pessoal como criar um perfil comercial apenas para isso, como um brechó online com os seus desapegos. É importante que você crie o perfil em uma rede na qual você tenha facilidade de uso e mantenha-se sempre atento(a) aos passos listados abaixo. 

3) O que o cliente da venda de roupas online precisa e quer saber

Se você optou por vender através das redes sociais ou através de algum site em que seja necessário o cadastro das roupas, é hora de destacar o seu produto nesse mundo virtual!

- É hora da foto

Para fazer isso, primeiramente é necessário que você faça uma foto que mostre bem o seu produto e valorize o que ele tem de bom. Nada de fotos de roupa amassada, jogadas de qualquer jeito no chão, hein. Uma dica MUITO simples é: coloque a peça em um cabide bonito, pendure em uma parede branca com boa iluminação e dê um click bem legal! Voltando com o exemplo da calça xadrez, uma outra ideia bem interessante também é você vestir aquela peça, montar um look e tirar uma peça em um fundo bacana, assim você ajuda seu potencial cliente a ver como ele(a) poderá utilizar o seu produto. 

- Informe tudo ao cliente

Descreva as medidas da peça, possíveis avarias e demais informações que julgar relevantes ao cliente e positivas para a sua venda, como quando a peça foi comprada, onde, quantas vezes foi usada. A pessoa que irá adquirir o seu produto não terá a chance de vê-la e prová-la antes da compra, por isso é importante que você passe todas as informações reais da peça.

- Atente-se à escolha do valor

Você (provavelmente) não irá conseguir recuperar os R$ 500 investidos na sua calça xadrez, mas também não precisa oferecer a peça por R$ 5: é hora de encontrar o equilíbrio dos valores. Dê uma olhadinha no site em que irá anunciar seus produtos ou em outros brechós online se encontra alguma peça parecida com a sua e atente-se ao valor. Se uma calça idêntica a sua está sendo ofertada por R$ 150, que tal colocar a sua oferta por R$ 135? A diferença é pouca, mas ela pode motivar o comprador a optar pelo seu produto.

- Busque o selo ouro no atendimento online

Se ao vivo as pessoas já têm dúvidas e incertezas sobre algumas compras, no universo online isso não é diferente. A distância faz o potencial cliente ter diversas dúvidas e questionamentos sobre o produto, por isso, esteja sempre atento(a) às mensagens recebidas via site ou redes sociais. Um atendimento rápido, atencioso e eficaz torna o fechamento da venda muito mais garantido. 

- Como realizar os pagamentos?

Aqueles que optarem pelas vendas nas redes sociais podem utilizar alguns recursos gratuitos para facilitar na hora do pagamento, como o Pix, disponível em todas as instituições bancárias, ou aplicativos de pagamento via cartão de crédito, como o Pic Pay.

(Fonte: Terra)

Comente,

até breve...muito breve! /*--*/

Comentar

Filtered HTML

  • Endereços de sites e e-mails serão transformados em links automaticamente.
  • Tags HTML permitidas: <a> <em> <strong> <cite> <blockquote> <code> <ul> <ol> <li> <dl> <dt> <dd>
  • Quebras de linhas e parágrafos são gerados automaticamente.

Plain text

  • Nenhuma tag HTML permitida.
  • Endereços de sites e e-mails serão transformados em links automaticamente.
  • Quebras de linhas e parágrafos são gerados automaticamente.
COMPARTILHE: 

Últimas do blog