ACESSO RÁPIDO

Confira os principais mitos e verdades sobre a gordura 

Início / Blog / Confira os principais mitos e verdades sobre a gordura 

Confira os principais mitos e verdades sobre a gordura 

Para alguns, ela é a vilã da alimentação. E para outros, a queridinha. Mas, você sabe exatamente o que é a gordura? Qual a sua relação com ela? Quando pensamos em gordura, é comum associá-la diretamente ao churrasquinho do final de semana, à porção de fritas do fast food ou à manteiga no café da manhã. 

Mas, a verdade é que nem toda gordura é prejudicial à saúde, já que existem três tipos: saturadas, insaturadas e trans. Você consegue diferenciá-las?

Conhecer as características de cada tipo é fundamental para cultivar hábitos de consumo mais saudáveis. Como coordenadora do Centro de Competência de Alimentação e Saúde da PROTESTE, realizo testes de qualidade em diversos alimentos e o nível de gordura em alguns deles é, muitas vezes, componente fundamental da análise.

É o caso do iogurte, por exemplo. O teor de gordura é o que classifica o produto como “com creme”, “integral”, “parcialmente desnatado” ou “desnatado” (se ficou interessado, clique aqui para saber mais).

Na coluna Pró-Saúde de hoje, ajudo você a compreender as diferenças entre os tipos de gordura e esclareço dúvidas relacionadas ao seu consumo. 

Gordura insaturada, saturada e trans

A gordura é fundamental para a nossa saúde. Uma de suas principais funções no organismo é a absorção de nutrientes, como no caso das vitaminas lipossolúveis, que dependem da gordura para se dissolver. Elas são as vitaminas A, D, K e E. 

Porém, é necessário compreender as diferenças entre a gordura insaturada (chamada informalmente de gordura “boa”), a saturada e a trans (as “ruins”). De onde elas vêm?

A gordura insaturada é encontrada, normalmente, em alimentos e óleos de origem vegetal, presente no azeite de oliva, na castanha-de-caju e no abacate, por exemplo. Embora seja considerada “saudável”, o exagero não deve ser incentivado.

Já a saturada é a que está presente, em sua maioria, em produtos de origem animal, desde as carnes em si (vermelhas e brancas) até os derivados (requeijão, manteiga, queijo etc.). É preciso tomar cuidado com o consumo exagerado desse tipo de gordura, que pode aumentar os riscos de doenças do coração.

A manteiga é um exemplo de produto derivado de origem animal que, embora tenha seus benefícios, deve ser consumida com moderação devido ao alto teor de gordura saturada. 

Alguns produtos de origem vegetal, como o azeite de dendê e o óleo de babaçu, também são ricos nesse tipo de gordura.

Existe, ainda, a gordura trans, produzida a partir de uma gordura saudável (como um óleo) que passa pelo processo químico de hidrogenação parcial. O ideal é evitar alimentos que a contenha, como margarina, biscoitos recheados e frituras. Ela aumenta o colesterol LDL (o ruim) e diminui o HDL (o colesterol bom) no sangue. 

(Fonte: Seleções)

Comente,

QUE VOCÊ TENHA UMA ÓTIMA QUINTA-FEIRA! /*--*/

Comentar

Filtered HTML

  • Endereços de sites e e-mails serão transformados em links automaticamente.
  • Tags HTML permitidas: <a> <em> <strong> <cite> <blockquote> <code> <ul> <ol> <li> <dl> <dt> <dd>
  • Quebras de linhas e parágrafos são gerados automaticamente.

Plain text

  • Nenhuma tag HTML permitida.
  • Endereços de sites e e-mails serão transformados em links automaticamente.
  • Quebras de linhas e parágrafos são gerados automaticamente.
COMPARTILHE: 

Últimas do blog