ACESSO RÁPIDO

Corrida ou musculação? Saiba por que apostar nas duas

Início / Blog / Corrida ou musculação? Saiba por que apostar nas duas

Corrida ou musculação? Saiba por que apostar nas duas

Que um corredor precisa dos treinos de fortalecimento, muitas pessoas já sabem. Mas com que frequência é preciso dar atenção à modalidade? Há opiniões muito conflitantes a respeito da questão corrida ou musculação. 

“Alguns praticantes de atividades aeróbicas ‘recriminam’ o trabalho de fortalecimento, e o inverso também ocorre”, afirma o educador físico Alexis Rassy (@alexis_rassy). Ainda de acordo com ele, isso acontece devido às seguintes causas: 

• “Muitas vezes, o trabalho de fortalecimento mal realizado irá encurtar a elasticidade muscular e dos tendões. Resultando na perda de amplitude articular, na contração muscular lenta, no ganho de peso desproporcional ao ganho de força… Ou seja, tudo o que não gostaríamos de agregar à corrida.”

• “Nos praticantes de atividades resistidas (como o levantamento de peso), o trabalho aeróbico é falsamente relacionado à perda de massa magra, piora na performance, e maior tempo para ser efetivo.”

Corrida ou musculação? 

Alexis explica que, para quem corre, “o ideal é que a relação peso corporal x força x mobilidade seja a melhor possível. O que gera mais desenvoltura na prática esportiva”. Ou seja, a musculação é sim muito importante para melhorar seu desempenho nas provas. Mas o contrário também é válido, sabia? A seguir, ele elenca uma série de benefícios que as duas modalidades podem proporcionar: 

• “O trabalho aeróbico está diretamente relacionado com a melhora da sensibilidade metabólica (absorção de nutrientes e produção de energia), do sistema cardiovascular, da capacidade ventilatória e da vascularização periférica. Além de ter um ótimo efeito hipotensor (manutenção da pressão arterial), auxiliar na produção hormonal e de neurotransmissores.”

• “Já o trabalho resistido é fundamental para ganho e manutenção da força, compensação de desequilíbrios entre cadeias musculares e aumento da capacidade de gerar força específica. Também é importante para os hormônios, para o efeito hipotensor, fortalecimento de tecidos conjuntivos (ligamentos e tendões), aumento da amplitude articular e recuperação e prevenção de lesões.”

Preconceitos a respeito da corrida ou musculação

Tudo bem, já entendemos que ambos são essenciais. Porém como conciliar e desmistificar as opiniões controversas que escutamos por aí? “Para praticantes de modalidades aeróbicas, é essencial incluir exercícios resistidos para ganhar força geral e específica, tanto com fins de melhora na performance, quanto prevenção de sobrecargas geradas por excesso de movimentos cíclicos (repetitivos) — o que aumenta o desequilíbrio mecânico-postural, facilitando o desgaste prematuro dos tecidos e articulações”, diz Alexis Rassy.

“Já para praticantes da atividade resistida, o trabalho aeróbico é essencial pois melhora a sensibilidade metabólica, o que possibilitará melhor recuperação muscular, absorção de nutrientes, relaxamento e soltura da musculatura e maior consumo de gordura como fonte de energia.”

(Fonte: Runners World)

Comente,

QUE VOCÊ TENHA UMA ÓTIMA TERÇA-FEIRA! /*--*/

Comentar

Filtered HTML

  • Endereços de sites e e-mails serão transformados em links automaticamente.
  • Tags HTML permitidas: <a> <em> <strong> <cite> <blockquote> <code> <ul> <ol> <li> <dl> <dt> <dd>
  • Quebras de linhas e parágrafos são gerados automaticamente.

Plain text

  • Nenhuma tag HTML permitida.
  • Endereços de sites e e-mails serão transformados em links automaticamente.
  • Quebras de linhas e parágrafos são gerados automaticamente.
COMPARTILHE: 

Últimas do blog