ACESSO RÁPIDO

Cuidado com estes 4 alimentos que parecem saudáveis 

Início / Blog / Cuidado com estes 4 alimentos que parecem saudáveis 

Cuidado com estes 4 alimentos que parecem saudáveis 

Para quem faz dieta, existem muitas opções disponíveis nos supermercados, mas nem todos sabem que algumas delas não são tão saudáveis quando aparentam.
Em entrevista para o jornal britânico The Sun, o médico e escritor Michael J. Mosley, que é apresentador na emissora BBC, do Reino Unido, alerta para os consumidores tomarem cuidado na hora das compras.

“Com enormes propagandas em cada corredor, dizendo por que os produtos recém-lançados mudarão sua saúde, é fácil cair nas armadilhas bem estabelecidas e gastar uma fortuna em alimentos ‘saudáveis’ que não são tão saudáveis”, comenta o especialista ao periódico. Ele lembra que muitos alimentos que você está comendo podem sabotar os resultados da dieta e cita quatro deles:

Vegetais crisps (tipo salgadinho)

Embora esses lanches possam parecer nutritivos, a maioria deles é frita em óleo de girassol, para conseguir a mesma crocância dos salgadinhos tradicionais, especialmente as batatinhas, diz Michael Mosley ao The Sun.

Ele acrescenta que os vegetais crisps também são ricos em sódio, além dos carboidratos (açúcares) e do alto teor de gordura, o que os torna tão viciantes. “Você vai lutar para não comer mais. Vegetais crisps, na verdade, não são mais saudáveis do que um pacote tradicional de batatas chips”, orienta o médico britânico, que também é autor do livro Fast 800, sobre perda de peso.

Para quem procura satisfazer o desejo por snacks crocantes, existem opções saudáveis, de acordo com Mosley. Ele recomenda alternativas como cenouras cruas, nozes e sementes e alimentos fermentados.

Margarina

Antigamente a margarina era conhecida como uma alternativa “saudável” à manteiga, devido ao “baixo” teor de gordura. Mas o médico e apresentador da BBC afirma que embora tenha menos gordura saturada em relação à manteiga, seu processo de produção a torna ruim para a saúde.

“A margarina é processada a partir de óleo vegetal, que é líquido em temperatura ambiente. Na fábrica, ocorre um processo chamado hidrogenação, que resulta na criação de gordura trans, que devem ser evitadas sempre que possível, pois há várias evidências científicas ligando o aumento da ingestão dessas gorduras à inflamação, às doenças cardíacas, ao derrame e ao colesterol ruim [LDL]”, explica Michael Mosley ao The Sun. A manteiga, por outro lado, normalmente é feita com creme de leite, um alimento integral natural, segundo o especialista.

“Como um produto lácteo concentrado, não estamos aconselhando você a encharcar as refeições com manteiga. No entanto, uma pequena quantidade de vez em quando causará menos danos do que margarina processada”, afirma o médico.

Produtos light

Se você quer perder peso, a melhor opção é comprar alimentos com baixo teor de gordura, certo? Mosley diz que isso está errado e que os produtos ditos “light” geralmente são desprovidos de nutrientes e carregados de aditivos.

“Produtos com alto teor de açúcar e baixo teor de gordura aumentarão seus níveis de glicose e farão você desejar mais, pois não há nada que prolongue a liberação de energia. Comer gorduras saudáveis, mono e poli-insaturadas, não apenas satisfará suas papilas gustativas, mas também reduzirá o apetite, pois diminuem a velocidade de esvaziamento do estômago”, esclarece o médico.

Comidas veganas

Vem ganhando cada vez mais força as dietas baseadas em vegetais, especialmente a vegana, que elimina todos os produtos de origem animal. Porém, os alimentos fabricados com vegetais não são necessariamente mais saudáveis, alerta Michael Mosley.

Segundo ele, alguns produtos veganos podem ser ricos em gordura trans e carboidratos simples (como açúcar invertido). A dica do apresentador da BBC é trocar refeições prontas processadas por alimentos integrais saudáveis e que são fontes de proteína como o grão de bico.

(Fonte IstoÉ)

Comente,

QUE VOCÊ TENHA UMA ÓTIMA SEXTA-FEIRA! /*--*/

Comentar

Filtered HTML

  • Endereços de sites e e-mails serão transformados em links automaticamente.
  • Tags HTML permitidas: <a> <em> <strong> <cite> <blockquote> <code> <ul> <ol> <li> <dl> <dt> <dd>
  • Quebras de linhas e parágrafos são gerados automaticamente.

Plain text

  • Nenhuma tag HTML permitida.
  • Endereços de sites e e-mails serão transformados em links automaticamente.
  • Quebras de linhas e parágrafos são gerados automaticamente.
COMPARTILHE: 

Últimas do blog