ACESSO RÁPIDO

Dinheiro. Eis como pode aumentar o seu bem-estar financeiro em 2021

Início / Blog / Dinheiro. Eis como pode aumentar o seu bem-estar financeiro em 2021

Dinheiro. Eis como pode aumentar o seu bem-estar financeiro em 2021

2020 foi um ano para esquecer. A pandemia teve um efeito brutal no nosso bem-estar e equilíbrio emocional. Sendo certo que continuamos ainda a lutar contra esta crise mundial, a verdade é que estamos agora melhor preparados para lidar com os efeitos mais negativos.

No entanto, uma das principais fontes de stress continua a ser a instabilidade financeira. Nos últimos tempos muitos foram os que ficaram sem emprego, trabalho ou que inclusive perderam o seu negócio.

Torna-se assim absolutamente indispensável perceber como podemos equilibrar o aspecto financeiro das nossas vidas. Uma maior compreensão sobre este tema e um renovado sentido de controlo poderão ajudar a que se sinta mais calmo.

Mesmo durante circunstâncias adversas é possível seguir um conjunto de estratégias que podem melhorar a forma como lida com o dinheiro. Eis o que deve fazer para recuperar o controle financeiro em 2021.

1. Fazer um reset

É possível que durante o último ano não tenha tomado sempre as melhores decisões no que diz respeito ao seu orçamento familiar. Porventura não cuidou bem do seu dinheiro. Aproveite o novo ano para fazer um reset e começar com um plano financeiro renovado para 2021.

2. Crie um orçamento

Este é sem dúvida o passo mais importante. Crie um documento onde apresente de forma clara todos os seus rendimentos e todas as suas despesas. A partir daqui tente estipular orçamentos mensais e anuais. Defina quanto dinheiro irá necessitar todos os meses para pagar os seus custos fixos (rendas, prestações, etc), assim como as despesas variáveis relacionadas com a alimentação e entretenimento. Uma parte mais pequena do seu orçamento deverá ser alocada para uma poupança ou fundo de emergência. Este documento irá permitir que tenha uma visão mais plena sobre as suas reais condições financeiras, permitindo assim que tome melhores decisões.
 
3. Defina objetivos de poupança realistas

Procure definir uma percentagem do seu rendimento que deseja poupar. Esse deverá ser o seu objetivo e fonte de motivação principal. Todavia este deve ser um objetivo realista. Caso não esteja nas melhores condições, não se sinta pressionando para poupar excessivamente. O importante é que seja capaz de guardar todos os meses um pouco de dinheiro – mesmo que seja um valor irrisório. A capacidade de poupança é determinante para o seu bem-estar financeiro.
 
4. Procure renegociar as suas dívidas

Pagar todas as dívidas de uma forma imediata é certamente algo irrealista. No entanto é possível conseguir encontrar formas eficazes de reduzir o “peso” destes montantes. Procure o apoio de um especialista financeiro que o ajude a compreender de que forma pode ser capaz de reduzir as suas prestações ou refinanciar os seus empréstimos. Atualmente existem inúmeros mecanismos que poderão aliviar a sua situação.
 
5. Assegure o apoio dos outros

Sendo certo que para muitos falar sobre dinheiro e finanças continua a ser um tópico desconfortável, a verdade é que é fundamental encontrar alguém com quem possa discutir estes temas. A ajuda e o apoio incondicional dos seus amigos e familiares poderão ser determinantes para assegurar que não se deixa afetar demasiado pelo impacto negativo deste tema. Caso necessário procure ainda o apoio de um especialista em finanças pessoais ou de um terapeuta.

(Fonte: Multinews)

Comente, até breve...muito breve! /*--*/

Comentar

Filtered HTML

  • Endereços de sites e e-mails serão transformados em links automaticamente.
  • Tags HTML permitidas: <a> <em> <strong> <cite> <blockquote> <code> <ul> <ol> <li> <dl> <dt> <dd>
  • Quebras de linhas e parágrafos são gerados automaticamente.

Plain text

  • Nenhuma tag HTML permitida.
  • Endereços de sites e e-mails serão transformados em links automaticamente.
  • Quebras de linhas e parágrafos são gerados automaticamente.
COMPARTILHE: 

Últimas do blog