ACESSO RÁPIDO

Educação financeira: você pode ter!

Início / Blog / Educação financeira: você pode ter!

Educação financeira: você pode ter!

Como muitos sabem, a educação financeira tem a ver com a forma que você se comporta em relação ao dinheiro. Para saber se você tem educação financeira, responda às seguintes perguntas: você domina o dinheiro ou é dominado por ele e por impulsos de consumo? Você conhece os seus sonhos e os da sua família?

A educação financeira é a peça chave para que se possa ter uma vida financeira equilibrada, sustentável e feliz. É importante envolver toda a sua família no aprendizado da educação financeira e no planejamento financeiro para o futuro.

Para educar-se financeiramente, comece definindo três sonhos, sendo um de curto prazo (a ser realizado em até um ano), outro de médio prazo (entre um e dez anos) e um de longo prazo (acima de dez anos, que poderá ser sua aposentadoria ou sua independência financeira).

O sonho nada mais é do que aquilo que você sempre desejou realizar, mas nunca conseguiu. Ele será seu principal motivador para poupar, seja ele um sonho individual ou coletivo.

Se, por exemplo, seu sonho coletivo é fazer uma viagem com a família, descubra primeiro o custo. Se for R$ 2 mil e pretende viajar daqui há 18 meses (um ano e meio), divida o valor total pelo número de meses e veja quanto precisa poupar mensalmente. Nesse caso, R$ 111.

Utilize essa mesma técnica para todos os outros sonhos, desse modo, você conseguirá conciliar o viver o agora e planejar o seu futuro.

Outra dica importante é adotar práticas de consumo consciente, ou seja, comprar o que é necessário e, antes de comprar, questionar se o que deseja é realmente essencial e se cabe em seu orçamento, sem prejudicar a poupança para os sonhos. Assim irá reduzir o consumo por impulso e fará compras conscientes.

Com persistência e foco, você será educado financeiramente e terá uma vida mais feliz, com constantes realizações.

(Fonte: Dsop)

Comente,

até breve...muito breve! /*--*/
 

Comentar

Filtered HTML

  • Endereços de sites e e-mails serão transformados em links automaticamente.
  • Tags HTML permitidas: <a> <em> <strong> <cite> <blockquote> <code> <ul> <ol> <li> <dl> <dt> <dd>
  • Quebras de linhas e parágrafos são gerados automaticamente.

Plain text

  • Nenhuma tag HTML permitida.
  • Endereços de sites e e-mails serão transformados em links automaticamente.
  • Quebras de linhas e parágrafos são gerados automaticamente.
COMPARTILHE: 

Últimas do blog