ACESSO RÁPIDO

A grana tá curta? 5 dicas para você fechar o mês com a conta no azul

Início / Blog / A grana tá curta? 5 dicas para você fechar o mês com a conta no azul

A grana tá curta? 5 dicas para você fechar o mês com a conta no azul

Foi dada a largada das altas emoções da novela: "será que eu vou conseguir fechar o mês com aconta no azul?". Para dar um final feliz a mais esse capítulo da dramaturgia mensal e financeira da sua vida, separamos 5 dicas práticas para você assumir o roteiro dos próximos episódios e chegar ao fim do mês com o sorriso no rosto e o "+" na conta. 

Dica 01: coloque tudo no papel

Veja o seu extrato do banco, analise como está a situação e coloque isso tudo no papel (pode ser em uma planilha online também, mas coloque lá!). Ao fazer isso, você torna a situação financeira do momento mais visível e, automaticamente, acaba tornando-a mais real também.

Depois de ter feito isso, não tem como dizer: "nossa, eu não sabia que estava desse jeito". A partir do momento que você tem esses dados todos à mão, você assume o papel de roteirista e tem uma chance de fazer com que o final feliz seja possível.

Dica 02: determine os gastos por semana

Colocado tudo no papel, agora é hora de planejar os próximos passos - e os próximos gastos. Ao determinar os gastos por semana, você consegue ter um controle mais próximo dos seus gastos e, principalmente, do seu teto de gastos.

Para isso, o primeiro ponto aqui é você determinar qual valor a ser gasto que o seu orçamento dá conta pelos próximos 15 dias. Por exemplo: se você viu no seu extrato que você tem mais R$400 na conta e que seu cartão de crédito já está no limite, esqueça o seu cartão e foque nos R$400, já que será com ele que você passará os próximos 15 dias.

Divida os R$400 pelos 15 dias - o que dá um total de R$26,66 por dia. Multiplicando isso por 7, que é o número de dias em uma semana, você tem um orçamento semanal de R$186,66 para fechar o mês de maio. Agarre-se a ele e vá para a Dica 03!

Dica 03: como anda a dispensa?

Você já deu uma olhada na sua dispensa hoje? Se não, agora é a hora! Veja quais itens estão disponíveis por lá e pense em como você poderá combiná-los. Tem um pacote de macarrão e um molho de tomate? Bom, para uma macarronada de domingo só falta a carne moída. Tem um pacote de fubá pré-cozido? Talvez seja a hora de uma polenta!

Anote todas as ideias do cardápio, veja quais itens são essenciais para a semana e vá ao mercado um dia da semana para buscar apenas o que consta na sua lista. Nessa hora, é mais do que importante que você comunique sua família sobre a necessidade de economia, assim todos compreendem o porquê de tamanha rigidez nas compras.

Dica 04: se necessário, diga não

Como falamos acima, é imprescindível que toda a sua família ou pessoas que dividem os gastos com você estejam cientes da real situação financeira deste momento, já que essa consciência muitas vezes vem atrelada à compreensão e engajamento. Contudo, sabemos que em alguns casos as coisas podem não funcionar exatamente assim, especialmente quando pensamos nas crianças. 

Por isso, é muito importante que você mantenha o teto de gastos em mente e que, caso surja o pedido por algum gasto extra que não seja de teor essencial, você consiga dizer "não".
Importante: aqui, se possível, é legal que você diga o "não" e explique para a pessoa o porquê não, para que não seja apenas uma resposta negativa "sem razão".

Dica 05: respire fundo

Por fim, mas não menos importante: respire fundo! Manter a calma em um momento como este é crucial para que o desespero não tome conta. O próximo "quinto dia útil" está um pouco longe, mas ele vai chegar. Este momento que você está passando não vai durar para sempre. Fique firme!

(Fonte: Finanças Terra)

Comente,

até breve...muito breve! /*--*/
 

Comentar

Filtered HTML

  • Endereços de sites e e-mails serão transformados em links automaticamente.
  • Tags HTML permitidas: <a> <em> <strong> <cite> <blockquote> <code> <ul> <ol> <li> <dl> <dt> <dd>
  • Quebras de linhas e parágrafos são gerados automaticamente.

Plain text

  • Nenhuma tag HTML permitida.
  • Endereços de sites e e-mails serão transformados em links automaticamente.
  • Quebras de linhas e parágrafos são gerados automaticamente.
COMPARTILHE: 

Últimas do blog