ACESSO RÁPIDO

Mel: bom ou ruim para a sua vida?

Início / Blog / Mel: bom ou ruim para a sua vida?

Mel: bom ou ruim para a sua vida?

O mel vem do néctar das flores e da excreção das abelhas. O produto era usado pelos egípcios como bactericida e para embalsamar os mortos. Para os gregos, era um alimento milagroso e sagrado, e os romanos aproveitavam os poderes terapêuticos do produto.

Tipos de mel

As abelhas retiram néctar de flores diferentes e isso causa diferenças de coloração, sabor e aroma. Conheça algumas variedades de méis:

Mel silvestre: o mais consumido no Brasil, é oriundo das flores do campo, tem coloração clara ou escura;

Mel da flor de laranjeira: considerado o mais saboroso e aromático, tem coloração clara e dourada;

Mel de flor de eucalipto: escuro, de sabor intenso e rico em eucaliptina, princípio ativo do eucalipto;

Mel de flor de marmeleiro: proveniente da árvore marmeleiro, este mel é claro, aromático e tem sabor agradável;

Mel de flor da macieira: amarelo claro, textura suave e sabor delicado.

Propriedades nutricionais e medicinais do mel

O alimento é rico em vitaminas B, C, D e nutrientes como ferro, cálcio, potássio, fósforo, cobre e sódio. O mel tem ação antioxidante, anti-inflamatória e é ótimo para vários problemas de saúde, veja:

• Ameniza dor de garganta e problemas respiratórios;

• Deixa a pele mais bonita;

• Melhora o funcionamento do intestino;

• Fortalece o sistema cardiovascular;

• Melhora a saúde do cérebro;

Mel para dormir melhor

O alimento aumenta a produção de serotonina, neurotransmissor responsável pelo prazer e bem-estar. A combinação mel e leite morno melhora o sono, pois a temperatura relaxa o corpo. Experimente tomar um copo de leite com duas colheres de mel por 30 dias e sinta a diferença.

Como consumir o mel?

O mel pode substituir o açúcar e não engorda se utilizado com cuidado. Uma colher de sopa de mel tem 64 calorias, a mesma quantidade de açúcar refinado tem quase 100 calorias. A quantidade recomendável são duas colheres de sopa por dia. O alimento pode ser consumido com frutas, iogurtes, sucos, torradas e na preparação de molhos para saladas.

Cuidados com o mel

Não compre méis sem o selo do Serviço de Inspeção Federal (SIF), a instituição integra o Departamento de Inspeção de Produtos de Origem Animal, órgão regulador da produção e comercialização de produtos de origem animal.

Outro cuidado é em relação ao aquecimento do mel. O superaquecimento enfraquece suas propriedades medicinais. A orientação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANS) diz que o alimento deve ser aquecido a no máximo 70 °C.

Contraindicações

Crianças menores de um ano e diabéticos não podem consumir o alimento.

O mel é um alimento a ser incorporado na dieta. Siga nossas dicas, aproveite os benefícios dele e nos conte o que achou.

(Fonte: Eu Sem Fronteiras)

Comente,

QUE VOCÊ TENHA UMA ÓTIMA SEXTA-FEIRA! /*--*/

Comentar

Filtered HTML

  • Endereços de sites e e-mails serão transformados em links automaticamente.
  • Tags HTML permitidas: <a> <em> <strong> <cite> <blockquote> <code> <ul> <ol> <li> <dl> <dt> <dd>
  • Quebras de linhas e parágrafos são gerados automaticamente.

Plain text

  • Nenhuma tag HTML permitida.
  • Endereços de sites e e-mails serão transformados em links automaticamente.
  • Quebras de linhas e parágrafos são gerados automaticamente.
COMPARTILHE: 

Últimas do blog