ACESSO RÁPIDO

Organização financeira: comece já seu planejamento doméstico

Início / Blog / Organização financeira: comece já seu planejamento doméstico

Organização financeira: comece já seu planejamento doméstico

A organização financeira é importante em todos os momentos da vida, mas muita gente só se lembra dela quando as contas aumentam e o bolso aperta. E o caminho não é bem por aí. Certo mesmo é controlar tudo o tempo todo para que nunca falte nada. Morando sozinho, essa tarefa é mais simples, basta controlar o que gasta e o quanto ganha. Para quem vive em família, a solução mais fácil é montar um planejamento onde todo mundo participa.

A seguir vamos apresentar dicas poderosas para fazer a famosa organização financeira doméstica. Veja como economizar junto com quem você mais ama! 

Por que é tão importante organizar o dinheiro dentro de casa?

A resposta é bem simples: porque planejamento e organização financeira te fazem enxergar para onde vai cada centavo. Quem tem controle faz as contas caberem no orçamento, foge dos exageros, consegue perceber gastos desnecessários e as oportunidades de economizar. Isso tudo é importante para que a família não brigue por causa de dinheiro, não passe aperto em horas difíceis e consiga criar até mesmo uma reserva para o futuro.

O planejamento também deixa bem claro para todo mundo qual é a realidade financeira dentro de casa, se as contas estão de acordo com ela ou se será preciso cortar algumas coisas para que não falte nada.

6 dicas para organização financeira

1- Conheça a renda familiar e analise todas as despesas

Não precisa ser especialista para montar o controle financeiro. Basta pegar o computador ou celular e fazer uma planilha, ou simplesmente anotar tudo no caderno. Aqui não tem segredo, basta fazer duas coisas: anotar o que entra para descobrir qual é a renda familiar e listar o que sai para entender se essa renda é suficiente para pagar as contas.

Para controlar bem, todos precisam falar abertamente sobre salário e gastos individuais, mas não esqueça que não é momento de discutir e sim anotar para onde está indo o dinheiro da família.

2- Conheça a renda familiar e analise todas as despesas

Depois de definir o orçamento e listar o que se gasta é hora de conversar sério sobre cortes. Se a missão é apertar o cinto, faça uma reunião e mostre quais são os custos que todo mundo pode viver sem. Aqui entram:

1.    assinaturas de serviços como Spotify e Netflix;
2.    pacote de Internet, telefone e celular;
3.    compra de roupas, brinquedos, artigos de lazer;
4.    idas ao cabeleireiro, jantares fora de casa, passeios no final de semana.

O melhor jeito para evitar discussão é decidindo junto. Assim todo mundo opina sobre o que é ou não importante para a família. Lembre que a ideia não é ser radical, o objetivo é equilibrar as contas e diminuir pequenos exageros. Para ter sucesso nessa missão, lembre-se de duas palavras bem importantes: autocontrole e disciplina.

3- Converse com todo mundo

Se a sua família é teimosa e não está a fim de colaborar, reforce a importância dessa organização financeira. Tenha calma e paciência para explicar que a mudança vai  diminuir dívidas e fortalecer o sentimento de união dentro de casa.

Aproveite esse papo para reforçar outro ponto bem importante: o planejamento financeiro não permite segredos. Toda a família precisa ficar a par das dívidas, empréstimos e qualquer outro desafio que envolve dinheiro.

4- Feche a torneira e apague a luz!

Não dá para montar uma lista de dicas para economizar em casa sem lembrar daquelas velhas broncas de pai e mãe, não é mesmo? Quem cresceu ouvindo “feche a torneira”, “sai desse banho logo” e “apaga a luz antes de sair” agora consegue entender a importância. Mesmo que sejam gastos muito pequenos, no final do mês fazem a diferença, e é por isso que os pais cobravam tanto!

Agora chegou a sua vez. Fique de olhos bem abertos dentro de casa e converse sobre desperdícios. Mas tenha calma, é melhor uma conversa que explique a importância de economizar do que dar ordens sem explicação.

5- Reveja onde a família faz compras

Se costuma comprar no supermercado perto de casa, mas sabe que no bairro vizinho tem concorrentes com preços melhores, por que não dar uma chance? Às vezes essa comodidade pode estar custando caro. Tenha a disposição de mudar alguns hábitos e locais de compra para gastar menos. 

Essa dica não vale só para o mercado, mas para a padaria, farmácia e até na hora de pedir comida.

6- Comece praticando o controle de gastos durante 30 dias

Que tal fazer um teste? Nós criamos o desafio para economizar durante 30 dias, que é bem interessante para colocar em prática as dicas que você viu até agora. Não esqueça de chamar o pessoal para participar, para que todos vejam na prática o resultado do esforço que está sendo feito.

(Fonte: Pag Seguro UOL)

Comente,

até breve...muito breve! /*--*/

Comentar

Filtered HTML

  • Endereços de sites e e-mails serão transformados em links automaticamente.
  • Tags HTML permitidas: <a> <em> <strong> <cite> <blockquote> <code> <ul> <ol> <li> <dl> <dt> <dd>
  • Quebras de linhas e parágrafos são gerados automaticamente.

Plain text

  • Nenhuma tag HTML permitida.
  • Endereços de sites e e-mails serão transformados em links automaticamente.
  • Quebras de linhas e parágrafos são gerados automaticamente.
COMPARTILHE: 

Últimas do blog