ACESSO RÁPIDO

Por que o mundo todo precisa rever seu estilo de vida 

Início / Blog / Por que o mundo todo precisa rever seu estilo de vida 

Por que o mundo todo precisa rever seu estilo de vida 

Vivemos um dos momentos mais críticos da humanidade e a principal pauta é a saúde. Com a pandemia do coronavírus, chegamos a um diagnóstico de difícil digestão: não só a nossa saúde, mas o mundo está doente.

Talvez o modelo de expansão ilimitada, competição excludente e exploração da natureza sem reposição, como propôs o físico austríaco Fritjof Capra na década de 1990, já previsse esse cenário atual, que só pode ser remediado com uma visão mais abrangente e sistêmica da vida e que respeite os conceitos de saudabilidade e sustentabilidade. 

Ciente dessa necessidade de mudança de paradigmas, fui pioneiro no Brasil na prática, na vivência e na prescrição da Medicina do Estilo de Vida. Apoiado nesse movimento, costumo dizer que a prevenção é a melhor forma de tratamento. Não acha que seria muito mais inteligente agir antes de adoecer, quando temos mais recursos à mão? 

Interiorizar e difundir essa visão tem o poder de revolucionar vidas e os sistemas de saúde (públicos e privados) em todo o mundo. Esse novo campo em ascensão tem como principais objetivos evitar e até mesmo reverter doenças, otimizar respostas às terapias e reduzir os custos do setor. A ideia é propiciar melhor qualidade de vida — e maior quantidade, muitas vezes — com mudanças de comportamento sem contraindicações.

O que isso contempla? Falamos em ter uma dieta equilibrada com mais vegetais (o brasileiro ainda come pouca fruta, verdura…) e alimentos ricos em densidade de nutrientes, ou , o oposto dos produtos processados e ultraprocessados que oferecem muita caloria e pouco valor nutricional. 

Falamos também de movimento e exercício diários, como 150 minutos semanais de atividades aeróbicas (caminhada, corrida…) e dois dias de exercícios resistidos, caso da musculação. Nosso plano de ação ainda inclui gestão do estresse e adequação do sono e do nosso relógio biológico, assim como parar de fumar e reduzir a ingestão de álcool.

Vai além: estimulamos a promoção de relacionamentos mais saudáveis e felizes como um dos pilares fundamentais do estilo de vida. Precisamos olhar a saúde em 360 graus: seus aspectos físico, mental, emocional e espiritual.

Sabemos há anos da conexão direta entre as doenças crônicas (problemas do coração, diabetes, câncer etc) e maus hábitos adotados pela população. Também sabemos que a maior parte das despesas do sistema de saúde está voltada para o manejo dessas doenças. A boa notícia é que perto de 80% dos males crônicos são tratáveis e muitas vezes reversíveis com mudanças no estilo de vida. 

Neste momento difícil de Covid-19, vivemos um dissabor ao perceber que tais mudanças poderiam ter ajudado na prevenção de desfechos piores e na preservação de vidas. Quem se cuida hoje está mais protegido contra infecções e as doenças crônicas que aumentam o risco de complicações nessas circunstâncias.

Que essa mensagem seja replicada desde já para que as pessoas reflitam e mudem hábitos e atitudes. Isso irá fazer a diferença para nossas vidas, para a vida do próximo e para o planeta. Saúde a todos! 

(Fonte: Veja Saúde)

Comente,

QUE VOCÊ TENHA UMA ÓTIMA SEXTA-FEIRA!

Comentar

Filtered HTML

  • Endereços de sites e e-mails serão transformados em links automaticamente.
  • Tags HTML permitidas: <a> <em> <strong> <cite> <blockquote> <code> <ul> <ol> <li> <dl> <dt> <dd>
  • Quebras de linhas e parágrafos são gerados automaticamente.

Plain text

  • Nenhuma tag HTML permitida.
  • Endereços de sites e e-mails serão transformados em links automaticamente.
  • Quebras de linhas e parágrafos são gerados automaticamente.
COMPARTILHE: 

Últimas do blog