ACESSO RÁPIDO

Por que você nunca deve beber água que passou da validade

Início / Blog / Por que você nunca deve beber água que passou da validade

Por que você nunca deve beber água que passou da validade

Já é uma prática verificar o prazo de validade de pães, produtos lácteos, carnes e remédios antes de consumi-los. Mas é possível que muita gente não faz o mesmo ao comprar uma garrafa de água ― afinal, como é possível a água mineral perder a validade? 

Se você olhar atentamente para sua garrafa de água, vai encontrar nela uma data de validade. E ela é para ser levada a sério por algumas razões. 

A água, por ser um simples composto químico, é segura para ser consumida e não tem data de validade. O problema é onde ela é estocada.

A água mineral ou com gás é colocada em garrafas de plástico, com compostos artificiais e frágeis, e estas garrafas certamente têm um prazo de validade para assegurar que seus componentes não vão dissolver ao longo do tempo e se misturar com a água potável. 

Além disso, a garrafa plástica não é impermeável. Bactérias (e não das “boas”) podem entrar e crescer dentro de sua garrafa de água, se você deixá-la por muito tempo. 

Mas, não se desespere porque há maneira de reaproveitar uma água potável que passou da validade. Fervendo a água antes de bebê-la, você vai matar qualquer bactéria que pode estar nela.

Além disso, é preciso lembrar que os componentes plásticos podem mudar vagamente o gosto da água, mas ela não apresenta um risco real ao ser humano. 

(Fonte: Huff Post Brasil)

Comente,

QUE VOCÊ TENHA UMA ÓTIMA SEGUNDA-FEIRA! /*--*/

Comentar

Filtered HTML

  • Endereços de sites e e-mails serão transformados em links automaticamente.
  • Tags HTML permitidas: <a> <em> <strong> <cite> <blockquote> <code> <ul> <ol> <li> <dl> <dt> <dd>
  • Quebras de linhas e parágrafos são gerados automaticamente.

Plain text

  • Nenhuma tag HTML permitida.
  • Endereços de sites e e-mails serão transformados em links automaticamente.
  • Quebras de linhas e parágrafos são gerados automaticamente.
COMPARTILHE: 

Últimas do blog