ACESSO RÁPIDO

As promoções de janeiro começaram! Aproveite, mas fuja das ciladas

Início / Blog / As promoções de janeiro começaram! Aproveite, mas fuja das ciladas

As promoções de janeiro começaram! Aproveite, mas fuja das ciladas

As esperadas promoções de começo de ano tiveram início em todas as lojas de varejo em todo o País. Passadas as festas de Natal e Ano Novo, as redes baixam os preços para impulsionar as vendas até a Páscoa, pois não há datas comemorativas relevantes no início de ano.

Para chamar a atenção dos brasileiros, especialmente de quem já gastou demais no fim do ano e está economizando, os descontos podem chegar a 70%.

Tantas promoções são realmente uma tentação para qualquer consumidor, mas é preciso alguns cuidados para não acabar se arrependendo depois. O IQ reuniu dicas de especialistas que podem ajudar a fugir de ciladas. E, principalmente, não começar o novo ano enforcado financeiramente.

Se você não precisa, não compre

Não é porque um produto está barato que você precisa comprá-lo. Se você está com as contas apertadas, o melhor é se perguntar: “eu preciso mesmo disso agora?”

Se a resposta for não, é aconselhável colocar as finanças em dia antes de fazer mais um gasto.

Para não perder o foco, o planejador financeiro Rogério Nakata sugere ao consumidor fazer uma lista com todos os itens que gostaria de comprar, já avaliando quais deles são mais importantes.

“Assim, você não se distancia tanto dos seus objetivos na hora de ir às compras”, explica ele.

Faça algumas contas

A dica do educador financeiro Ricardo Natali é não sair por aí comprando sem pensar no valor final das compras.

“Você nunca sai e compra pelo preço que quer. É preciso estabelecer um limite de gastos antes”, diz Natali.

Para isso, é fundamental olhar as contas com cuidado, ver as dívidas para os próximos meses e analisar quanto pode gastar nas promoções de janeiro. Lembrando que começo de ano é período de gastos obrigatórios: IPTU, IPVA, matrículas e material escolar, por exemplo.

É preciso se planejar bem para não cair na tentação do consumo em janeiro e acabar o resto do ano endividado.

Compare os preços

Muitas lojas anunciam que estão em promoção para chamar a atenção dos consumidores quando, na verdade, abaixaram muito pouco os preços. Essa estratégia é chamada de “trocar 6 por meia dúzia”.

Para não cair nessas ciladas, Nakata aconselha o consumidor a pesquisar muito bem os preços.

“É importante ter um planejamento prévio antes de sair às compras. Primeiro fazer uma pesquisa na internet, fazer um comparativo de preço para ter referência”, afirma Nakata.

Lembrando que, além de pesquisar na internet, também é importante dar uma volta pelos shoppings e centros comerciais para ver os preços dos produtos nas lojas físicas para, só depois, decidir onde comprar.

Cuidado com as pegadinhas

Outro cuidado a se tomar na hora de aproveitar as promoções de começo de ano é não cair nos truques ou erros das lojas.

Especialmente se a compra for online, é preciso checar se o desconto está no preço final do produto. Em alguns casos, o site anuncia a promoção, mas cobra o preço cheio quando o consumidor fecha a compra.

Outro cuidado é com as lojas que anunciam um produto, mas, na realidade, não tem aquele item em promoção para oferecer.

Muitas vezes o produto está esgotado, mas a rede mantém o anúncio. Quando o consumidor entra em busca daquele item, o vendedor informa que não está mais disponível e tenta convencê-lo a comprar outras peças.

É aí que muitas pessoas caem na tentação de consumir algo que não precisam.

Não parcele demais

Por fim, evite parcelar demais e pague tudo que der à vista, indica a planejadora financeira Fernanda Garcia. Essa dica é muito importante, especialmente porque a fatura do cartão de crédito de janeiro tende a acumular parcelas das compras da Black Friday, que aconteceu em novembro, e do Natal – além de eventuais viagens de Ano Novo.

“Para a pessoa ter uma vida financeira organizada e saudável, o ideal é que ela não tenha parcelas a pagar. Tudo que ela puder negociar para comprar à vista é melhor”, diz Fernanda.

Dessa forma, você não acumula parcelas e evita levar um susto com a próxima fatura. Além disso, pagar à vista é uma boa chance para pedir ainda mais descontos aos comerciantes.

O começo de ano é realmente um bom período para comprar o que você precisa muito e não teve tempo ou dinheiro para comprar ao longo do ano anterior.

Com um pouco de foco e planejamento, é possível fazer as compras da melhor forma possível, adquirir aqueles produtos que você tanto quer (ou necessita) e não arrumar uma dor de cabeça para os próximos meses.

(Fonte: Iq 360)

Comente,

até breve...muito breve! /*--*/

Comentar

Filtered HTML

  • Endereços de sites e e-mails serão transformados em links automaticamente.
  • Tags HTML permitidas: <a> <em> <strong> <cite> <blockquote> <code> <ul> <ol> <li> <dl> <dt> <dd>
  • Quebras de linhas e parágrafos são gerados automaticamente.

Plain text

  • Nenhuma tag HTML permitida.
  • Endereços de sites e e-mails serão transformados em links automaticamente.
  • Quebras de linhas e parágrafos são gerados automaticamente.
COMPARTILHE: 

Últimas do blog