ACESSO RÁPIDO

Quatro cuidados para manter a saúde dos bebês no inverno

Início / Blog / Quatro cuidados para manter a saúde dos bebês no inverno

Quatro cuidados para manter a saúde dos bebês no inverno

A estação mais fria do ano chegou. Com ela, os cuidados com a saúde devem ser redobrados, principalmente com os bebês. Já que, no inverno, aumentam as chances de contrair infecções e doenças que atingem a garganta e o aparelho respiratório.

Além das medidas de prevenção já recomendadas aos adultos, são necessários alguns cuidados especiais com as crianças nesta estação. Além de agasalhar adequadamente, é preciso lavar e secar bem roupas e cobertores guardados, higienizar as mãos e evitar lugares com aglomeração de pessoas.

Acontece que, quanto mais jovem, mais imaturo é o sistema imunológico do ser humano. Consequentemente, bebês estão mais vulneráveis a estes riscos. Por isso, papais e mamães precisam adotar medidas simples e eficientes para cuidar da saúde dos pequenos.

Confira a seguir quatro cuidados práticos para manter a saúde do bebê mesmo no frio:

• No banho

No inverno, não é necessário dar vários banhos ao dia nos bebês. Isto porque a prática, em excesso, pode levar ao ressecamento da pele. Nesse sentido, a água também não deve ser muito quente e o banho não deve demorar muito.

Para evitar que a temperatura corporal dos bebês baixe, deve-se manter o ambiente entre 23 e 26 graus. Já na hora de definir a temperatura da água, a dica é testar com o cotovelo.

Ainda sim, recomenda-se que o banho seja dado nos períodos mais quentes do dia, como no meio dia. Lembre-se de organizar o que será usado para que os itens estejam à mão antes de levar o pequeno para a banheira

• Com a escolha das roupas

Diferentemente da lã, que pode até causar irritação, os tecidos naturais permitem que o corpo transpire melhor. Por isso, roupas de algodão devem ser colocadas por baixo das outras camadas, em contato direto com a pele.

Porém, é preciso tomar cuidado para não agasalhar em excesso. Mãos, pés e cabeça perdem bastante calor, e por isso, também precisam ser aquecidos, mas a criança precisa estar confortável, sem vermelhidão ou suor.

Como a pele do recém-nascido é muito delicada, o cuidado na hora de lavar as roupinhas também é importante. Recomenda-se que seja usado o sabão de coco, sem amaciante.

• Na hora de dormir

Para uma boa noite de sono, mantenha a temperatura entre 23 e 26 graus, evitando aquecedores, que diminuem a umidade relativa do ar. Também não é recomendado que os bebês durmam na mesma cama que os pais, pois aumenta o risco de sufocamento.

Os pequenos tendem a se descobrir durante a noite, e por isso, precisam de cobertores adequados, sem protetores de berço e acessórios em exagero. Nesse sentido, os cobertores finos são melhores do que os grossos.

A recomendação é que se coloque um cobertor a mais do que você está usando. Lembrando que devem ser cobertos até a altura do peito e os cobertores e lençóis devem ficar presos embaixo do colchão.

• Nos cuidados com a pele dos bebês

Nos meses de frio, a pele dos bebês resseca e desidrata mais facilmente. Isso pode gerar complicações como dermatite atópica e coceira. Outro problema frequente é a dermatite seborreica. Nas crianças, caracterizada por crostas grossas em áreas como couro cabeludo, pálpebras, orelhas, nariz e virilha. Se houver áreas com irritações, leve o pequeno ao médico.

Além disso, no inverno, a sede dos bebês fica reduzida. Por isso, é necessário oferecer bastante água e proporcionar uma alimentação saudável.

Outros sintomas como respiração ofegante ou rápida, batimento de asas do nariz, boquinha roxa, febre alta e recusa alimentar ou de água podem ser sinais de complicações. Por isso, recomenda-se atenção especial à saúde dos pequenos no inverno.

Ao menor sinal de irritações ou febre, é necessário procurar orientação médica. E, em alguns casos, exames mais invasivos podem ser solicitados para um diagnóstico preciso.

(Fonte: HSC)

Comente,

QUE VOCÊ TENHA UMA ÓTIMA QUARTA-FEIRA! /*--*/

Comentar

Filtered HTML

  • Endereços de sites e e-mails serão transformados em links automaticamente.
  • Tags HTML permitidas: <a> <em> <strong> <cite> <blockquote> <code> <ul> <ol> <li> <dl> <dt> <dd>
  • Quebras de linhas e parágrafos são gerados automaticamente.

Plain text

  • Nenhuma tag HTML permitida.
  • Endereços de sites e e-mails serão transformados em links automaticamente.
  • Quebras de linhas e parágrafos são gerados automaticamente.
COMPARTILHE: 

Últimas do blog