ACESSO RÁPIDO

Tudo que você precisa sobre gordura

Início / Blog / Tudo que você precisa sobre gordura

Tudo que você precisa sobre gordura

Afinal, gordura faz bem ou mal à saúde? Quando falamos em gordura, acabamos pensando em alimentos manos saudáveis, mas saiba que não é bem assim… “A gordura é um lipídio responsável por inúmeras funções no corpo, como fornecer energia, proteger os órgãos e até atua na produção de hormônios”, explica o endocrinologista, Dr. Yago Fernandes. As gorduras são classificadas em: insaturadas, saturadas e trans. Vamos conhecer cada tipo?

Gorduras Insaturadas

Conhecidas como as gorduras do bem, as gorduras insaturadas estão presentes nos alimentos de origem vegetal. “Esse tipo de gordura pode elevar o colesterol HDL, que é considerado bom para a saúde e até ajuda na diminuição do colesterol visto como ruim, o LDL”, conta Fernandes. 

Divididas nas categorias monoinsaturadas e poli-insaturadas, essas gordura estão associadas ao menor risco de doenças cardiovasculares. Fontes de ômega-9, encontramos as gorduras monoinsaturadas em alimentos como o azeite de oliva, abacate, açaí, azeitona e nas oleaginosas – amendoim, castanhas, nozes e avelãs. 

Já as gorduras poli-insaturadas estão nos ácidos graxos do tipo ômegas 3 e 6. O ômega 3 ajuda na redução de triglicerídeos – que são as principais gorduras do nosso organismo e a reserva de energia do nosso corpo. O ômega 6 atua na saúde do coração e no controle do colesterol LDL. “Não é recomendado excluir de jeito nenhum as gorduras da dieta, mesmo que o paciente queira perder peso. As gorduras nos protegem da alteração da temperatura corporal, trazem também proteção mecânica, principalmente nos órgãos, protegendo contra impactos, regula o sistema imune e os processo inflamatórios, mas claro, é preciso equilíbrio”, explica a nutricionista Luna Azevedo.

Gorduras Saturadas

Presente principalmente nos alimentos de origem animal, como carne bovina, carne de porco, frango, salmão, ovos, leite e derivados do mesmo, além de côco, óleo de côco, semente de chia e chocolate amargo, as gorduras saturadas podem gerar opiniões controversas. Em estudo publicado na revista American Journal of Clinical Nutrition, da Universidade do Texas, nos Estados Unidos, foi constatado que não existe relação significativa entre o consumo de gordura do leite e doenças cardíacas e acidentes vasculares cerebrais. “Esse tipo de gordura, quimicamente, não têm ligações duplas entre os átomos de carbono. Em temperatura ambiente, essas moléculas são sólidas, e por isso se deposita e acumula com maior facilidade nos vasos e veias, relacionando-se a doenças cardiovasculares, além de aumentar as taxas de LDL (popularmente conhecido como o colesterol ruim) no sangue”, conta a nutricionista.

Gorduras Trans

As gorduras trans estão presentes principalmente nos alimentos processados, como frituras, bolos, bolachas, fast food e naquelas refeições congeladas (e em muitos outros alimentos). Criadas por meio do processo industrial, ou seja, pela solidificação do óleo com adição de hidrogênio, as gorduras trans são responsáveis por aumentar os níveis daquele colesterol conhecido como ruim, diminuindo assim os níveis de colesterol bom. “Esse tipo de gordura é artificial e prolonga a duração dos alimentos processados. Favorece os processos inflamatórios do organismo, aumenta o risco de doenças cardiovasculares e até o AVC, além de atrapalhar o funcionamento do intestino”, afirma Azevedo. 

Estudos feitos pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), apontam que o consumo frequente da gordura trans está relacionado a inúmeras doenças, principalmente as cardiovasculares. Já o relatório “Fats and fatty acids in human nutrition”, da Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO) mostra que a gordura trans é avaliada como a pior dentre todas as gorduras. “A gordura trans não é essencial para o funcionamento do organismo e ainda entope os vasos sanguíneos. Logo, não oferece nenhum benefício à saúde”, finaliza o endocrinologista.

O que o excesso de gordura provoca?

“Aumento de colesterol. Mas o que isso significa? Significa que tem mais gordura circulando nos vasos sanguíneos. Isso provoca lesão nos vasos levando ao surgimento de barreiras que provocam o entupimento. Isso é o acidente vascular cerebral e o infarto. Além de aumentar risco diabetes, câncer, outras doenças cardiovascular, diminuição da disposição e alterações de humor”, finaliza Fernandes.

Para entender qual o aporte diário de gorduras recomendados para uma alimentação equilibrada, consulte um nutricionista. E lembre-se: a gordura não é a vilã da dieta saudável quando consumida de forma ideal, podendo até mesmo desempenhar um papel tão importante na alimentação quanto as proteínas e carboidratos. 

 (Fonte: Boa Forma)

Comente,

QUE VOCÊ TENHA UMA ÓTIMA QUARTA-FEIRA! /*--*/

Comentar

Filtered HTML

  • Endereços de sites e e-mails serão transformados em links automaticamente.
  • Tags HTML permitidas: <a> <em> <strong> <cite> <blockquote> <code> <ul> <ol> <li> <dl> <dt> <dd>
  • Quebras de linhas e parágrafos são gerados automaticamente.

Plain text

  • Nenhuma tag HTML permitida.
  • Endereços de sites e e-mails serão transformados em links automaticamente.
  • Quebras de linhas e parágrafos são gerados automaticamente.
COMPARTILHE: 

Últimas do blog