ACESSO RÁPIDO

Viva a vida!

Início / Blog / Viva a vida!

Viva a vida!

Quando iniciei os meus estudos sobre finanças e comecei a desvendar os mistérios desta área da vida, fiquei deslumbrado com todas as coisas que poderia fazer e como o caminho para a independência financeira era algo simples, que não necessita de muita coisa além de persistência e disciplina. Toda esta empolgação me gerou mais vontade de aprender, pesquisar e entender o assunto e abriu um mundo de possibilidades para mim.

Porém, à medida que o tempo foi passando, a empolgação e sede de aprendizado deram lugar para a ansiedade e angústia. No mundo das finanças o tempo é o principal ingrediente de um crescimento consistente, e eu não queria esperar para ver, eu queria ter o resultado hoje, agora.

A partir deste desconforto emocional acabei percebendo que finanças é apenas uma área da vida. Dessa forma, após criar o hábito de poupar e de controlar os gastos, conhecer o meu perfil como investidor, identificar os investimentos que mais gosto e definir uma metodologia de acúmulo de patrimônio, não havia muito mais o que fazer no curto prazo, a não ser repetir aquilo que já sabia.

Claro, a busca para se aprimorar nesta área será contínua, através da análise das finanças mensais e do desempenho dos investimentos durante o ano, identificando sempre que possível, os pontos a serem melhorados.

Se você também está nesta situação, lembre-se que a ansiedade e angústias não ajudarão, então, aproveite as coisas importantes da sua vida, como passar tempo com a família e amigos, praticar um esporte, buscar novos desafios na sua carreira profissional, fazer algo que você nunca fez antes, ou fazer aquilo que mais te dá prazer. Não esqueça que a saúde financeira, está atrelada a sua saúde física, mental e emocional. Seja feliz e deixe o seu dinheiro trabalhar por você!

Espero que estas palavras tenham ajudado. Forte abraço e até!

(Fonte: Organizze)

Comente, 

até breve...muito breve! /*--*/

Comentar

Filtered HTML

  • Endereços de sites e e-mails serão transformados em links automaticamente.
  • Tags HTML permitidas: <a> <em> <strong> <cite> <blockquote> <code> <ul> <ol> <li> <dl> <dt> <dd>
  • Quebras de linhas e parágrafos são gerados automaticamente.

Plain text

  • Nenhuma tag HTML permitida.
  • Endereços de sites e e-mails serão transformados em links automaticamente.
  • Quebras de linhas e parágrafos são gerados automaticamente.
COMPARTILHE: 

Últimas do blog