ACESSO RÁPIDO

Setembro Amarelo - Falar é a melhor solução!

Início / Setembro Amarelo - Falar é a melhor solução!

Setembro Amarelo - Falar é a melhor solução!

Setembro é o mês de prevenção do suicídio, chamado também de Setembro Amarelo. O suicídio é considerado pelo Ministério da Saúde como um problema de saúde pública, tirando a vida de uma pessoa por hora no Brasil, mesmo período no qual outras três tentaram se matar sem sucesso.

A campanha foi criada em 2015 pelo Centro de Valorização da Vida (CVV) e tem o objetivo de promover a prevenção do suicídio através da conscientização e discussão do tema.
Existem muitos tabus envolvendo o suicídio, o que cria margem para invenções e interpretações erradas das causas e sintomas.

Os suicídios são evitáveis, portanto é necessário falar sobre e tornar de conhecimento público que existem sintomas, tratamento e formas de ajudar.

Entendendo o suicídio

O suicídio é um fenômeno complexo que pode afetar pessoas de diferentes origens, classes sociais, idades, orientações sexuais e identidade de gênero. Saber reconhecer os sinais de alerta em si mesmo ou em alguém próximo a você pode ser o primeiro e mais importante passo.

Muitas pessoas já passaram por isso e encontraram uma forma de superar esse sofrimento.

Mitos

  • Falar sobre depressão faz com que ela piore.
  • Depressão é falta de Deus.
  • Depressão é mimimi.
  • Se ocupasse a mente não estaria com depressão.
  • Falta do que fazer.
  • A pessoa que pensa em suicídio não ameaça ou fala sobre o assunto.
  • Pessoas que falam sobre suicídio só querem chamar a atenção.
  • O suicídio é hereditário.

Como ajudar?

Fique atento a comentários do tipo: "Vou desaparecer"; "Vou deixar vocês em paz"; "Eu queria poder dormir e nunca mais acordar"; "É inútil tentar fazer algo para mudar."

Ofereça ajuda: pergunte se você pode fazer algo para ajudar, isso pode incentivar a pessoa a desabafar.

Seja um bom ouvinte: tenha empatia, ouça o que a pessoa tem a dizer sem julgar ou tentar avaliar.

O que não fazer?

  • Condenar ou julgar.
  • Banalizar ou diminuir.
  • Opinar.
  • Dar sermão.
  • Falar frases de incentivo.

Seja um voluntário

O voluntário do CVV doa seu tempo e sua atenção para quem deseja conversar com outra pessoa de forma anônima, sigilosa e sem julgamentos ou críticas.

Se você tem mais de 18 anos de idade, pelo menos quatro horas disponíveis por semana e vontade de ajudar pessoas você pode se inscrever no site do Centro de Valorização da Vida.

cvv.org.br/voluntario

Pedindo ajuda

Converse com alguém em que você confie, não hesite em pedir ajuda, você pode precisar de alguém que te acompanhe e te auxilie a entrar em contato com os serviços de suporte.

Onde buscar ajuda?

  • CAPS e Unidades Básicas de Saúde
  • CVV: telefone 188 (ligação gratuita),
  • chat e e-mail pelo cvv.org.br
  • Emergência: SAMU 192, UPA, Pronto Socorro e Hospitais

Fonte: cvv.org.br

COMPARTILHE: 

Últimas Notícias